English-Video.net comment policy

The comment field is common to all languages

Let's write in your language and use "Google Translate" together

Please refer to informative community guidelines on TED.com

TED2015

Dan Ariely: How equal do we want the world to be? You'd be surprised

Dan Ariely: O quão igual queremos que o mundo seja? Você ficaria surpreso.

Filmed:
1,814,313 views

As notícias sobre a crescente desigualdade social nos incomodam. Mas por quê? Dan Ariely revela algumas pesquisas inéditas e surpreendentes sobre como imaginamos a distribuição justa da riqueza nas sociedades... e depois nos mostra como ela se compara às verdadeiras estatísticas.

- Behavioral economist
The dismal science of economics is not as firmly grounded in actual behavior as was once supposed. In "Predictably Irrational," Dan Ariely told us why. Full bio

Seria bom ser objetivo na vida,
00:12
It would be nice to be
objective in life,
de várias maneiras.
00:15
in many ways.
O problema é que usamos óculos coloridos
00:17
The problem is that we have
these color-tinted glasses
quando olhamos para todo tipo de situação.
00:20
as we look at all kinds of situations.
Por exemplo, pense em algo
tão simples quanto uma cerveja.
00:25
For example, think about
something as simple as beer.
Se eu oferecer algumas
cervejas para você provar
00:29
If I gave you a few beers to taste
00:31
and I asked you to rate them
on intensity and bitterness,
e lhe pedir para avaliar
sua intensidade e amargor,
diferentes cervejas ocupariam
espaços diferentes.
00:35
different beers would occupy
different space.
Mas e se tentássemos ser objetivos?
00:39
But what if we tried
to be objective about it?
No caso da cerveja,
isto seria muito simples.
00:41
In the case of beer,
it would be very simple.
E se fizéssemos um teste cego?
00:43
What if we did a blind taste?
Se fizemos a mesma coisa,
você provou as mesmas cervejas,
00:46
Well, if we did the same thing,
you tasted the same beer,
mas no teste cego,
o resultado seria um pouco diferente.
00:48
now in the blind taste,
things would look slightly different.
A maioria das cervejas
iria para um só lugar.
00:52
Most of the beers will go into one place.
Basicamente você não seria
capaz de diferenciá-las,
00:55
You will basically not
be able to distinguish them,
e a exceção, é claro, seria a Guinness.
00:57
and the exception, of course,
will be Guinness.
(Risos)
01:00
(Laughter)
Do mesmo modo,
podemos pensar na fisiologia.
01:02
Similarly, we can think about physiology.
O que acontece quando as pessoas
esperam algo de sua fisiologia?
01:05
What happens when people expect
something from their physiology?
Por exemplo, vendemos às pessoas
remédios para dor.
01:08
For example, we sold people
pain medications.
Para algumas, dissemos
que o remédio era caro.
01:11
Some people, we told them
the medications were expensive.
Para outras, dissemos que era barato.
01:13
Some people, we told them it was cheap.
E o remédio caro funcionou melhor.
01:15
And the expensive
pain medication worked better.
Ele aliviou mais a dor das pessoas,
01:18
It relieved more pain from people,
porque as expectativas
mudam nossa fisiologia.
01:21
because expectations
do change our physiology.
E é claro, sabemos que nos esportes,
01:24
And of course, we all know that in sports,
se você for fã de um time,
01:26
if you are a fan of a particular team,
01:28
you can't help but see the game
não pode deixar de ver o jogo
a partir da perspectiva do seu time.
01:31
develop from the perspective of your team.
Então, todos esses são casos
em que nossas noções preconcebidas
01:34
So all of those are cases in which
our preconceived notions
e expectativas colorem nosso mundo.
01:38
and our expectations color our world.
Mas o que acontece
com as questões mais importantes?
01:42
But what happened
in more important questions?
O que acontece com as questões
que têm a ver com a justiça social?
01:45
What happened with questions
that had to do with social justice?
Então, nós queríamos imaginar
qual seria a versão do teste cego
01:49
So we wanted to think about
what is the blind tasting version
ao refletir sobre a desigualdade?
01:52
for thinking about inequality?
Então começamos
a olhar para a desigualdade,
01:55
So we started looking at inequality,
e fizemos pesquisas em larga escala
dentro dos EUA e outros países.
01:57
and we did some large-scale surveys
01:59
around the U.S. and other countries.
E fizemos duas perguntas:
02:02
So we asked two questions:
as pessoas sabem qual é
o nível de desigualdade que temos?
02:04
Do people know what kind of
level of inequality we have?
E então, qual é o nível de desigualdade
que queremos ter?
02:07
And then, what level of inequality
do we want to have?
02:11
So let's think about the first question.
Vamos pensar na primeira pergunta.
Imagine que eu pegue
todas as pessoas nos EUA
02:14
Imagine I took all the people in the U.S.
02:16
and I sorted them from
the poorest on the right
e as classifique desde
os mais pobres à direita
para os mais ricos, à esquerda,
02:19
to the richest on the left,
e então as separo em cinco grupos:
02:21
and then I divided them into five buckets:
os 20% mais pobres , os próximos 20%,
02:24
the poorest 20 percent,
the next 20 percent,
02:26
the next, the next,
and the richest 20 percent.
os próximos, os próximos,
e os 20% mais ricos.
Então peço que você me diga
quanta riqueza
02:29
And then I asked you to tell me
how much wealth do you think
acha que está concentrada
em cada um destes grupos.
02:32
is concentrated in each of those buckets.
Para simplificar,
imagine que peço que você me diga,
02:35
So to make it simpler,
imagine I ask you to tell me,
quanta riqueza acha que está concentrada
02:37
how much wealth do you think
is concentrated
nos dois grupos mais pobres,
02:40
in the bottom two buckets,
nos 40% mais pobres?
02:42
the bottom 40 percent?
Pense um pouco sobre isso
e ache um número.
02:44
Take a second. Think about it
and have a number.
Geralmente não pensamos nisso.
02:47
Usually we don't think.
Pense por um segundo,
ache um número em sua mente.
02:49
Think for a second,
have a real number in your mind.
Você achou?
02:51
You have it?
Aqui está o que muitos americanos dizem.
02:53
Okay, here's what lots
of Americans tell us.
Eles acham que os 20% mais pobres
02:56
They think that the bottom 20 percent
02:58
has about 2.9 percent of the wealth,
têm cerca de 2,9% da riqueza,
e o próximo grupo tem 6,4%.
03:00
the next group has 6.4,
E somados, têm um pouco mais do que 9%.
03:02
so together it's slightly more than nine.
O próximo grupo, dizem, tem 12%, 20%...
03:05
The next group, they say, has 12 percent,
03:08
20 percent,
E dos 20% mais ricos,
as pessoas acham que têm 58% da riqueza.
03:10
and the richest 20 percent, people think
has 58 percent of the wealth.
Você pode ver como isso se compara
com o que você pensou.
03:15
You can see how this relates
to what you thought.
Agora, qual é a realidade?
03:18
Now, what's reality?
A realidade é um pouco diferente.
03:19
Reality is slightly different.
Os 20% mais pobres têm 0,1% da riqueza.
03:21
The bottom 20 percent
has 0.1 percent of the wealth.
Os próximos 20% têm 0,2% da riqueza.
03:25
The next 20 percent
has 0.2 percent of the wealth.
Somados, é igual a 0,3%.
03:28
Together, it's 0.3.
Os próximos grupos têm 3,9 e 11,3%.
03:30
The next group has 3.9,
03:34
11.3,
O grupo mais rico tem 84 a 85% da riqueza.
03:36
and the richest group
has 84-85 percent of the wealth.
O que nós realmente temos
e o que pensamos ter é muito diferente.
03:42
So what we actually have
and what we think we have
03:45
are very different.
E quanto ao que queremos?
03:47
What about what we want?
Como vamos descobrir isso?
03:49
How do we even figure this out?
Para investigar isso,
03:51
So to look at this,
para descobrir o que queremos,
03:52
to look at what we really want,
pensamos no filósofo John Rawls.
03:54
we thought about
the philosopher John Rawls.
Se você se lembra de John Rawls,
03:57
If you remember John Rawls,
ele tinha essa noção
do que é uma sociedade justa.
03:59
he had this notion
of what's a just society.
Ele disse que uma sociedade justa
04:02
He said a just society
é aquela que, se soubesse tudo sobre ela,
04:04
is a society that if
you knew everything about it,
04:06
you would be willing
to enter it in a random place.
você estaria disposto
a entrar num lugar aleatório.
E é uma definição bonita,
04:09
And it's a beautiful definition,
04:10
because if you're wealthy,
you might want the wealthy
pois se você for rico,
pode querer que os ricos
tenham mais dinheiro e os pobres menos.
04:13
to have more money, the poor to have less.
Se você for pobre,
vai querer mais igualdade.
04:15
If you're poor, you might
want more equality.
Mas se você entrar numa sociedade
04:17
But if you're going
to go into that society
em que toda situação é possível,
e você não sabe qual,
04:19
in every possible situation,
and you don't know,
precisa considerar todos os aspectos.
04:22
you have to consider all the aspects.
É parecido com o teste cego
em que você não sabe
04:24
It's a little bit like blind tasting
in which you don't know
qual será o resultado
quando toma uma decisão,
04:27
what the outcome will be
when you make a decision,
e Rawls chamava isso
de "véu da ignorância".
04:30
and Rawls called this
the "veil of ignorance."
Pegamos outro grupo grande de americanos,
04:34
So, we took another group,
a large group of Americans,
e fizemos essa pergunta
no véu da ignorância.
04:37
and we asked them the question
in the veil of ignorance.
Quais são as características de um país
que faria você querer entrar nele,
04:40
What are the characteristics of a country
that would make you want to join it,
sabendo que você pode acabar
em qualquer lugar?
04:44
knowing that you could end
randomly at any place?
E aqui está o que achamos.
04:47
And here is what we got.
O quanto as pessoas queriam dar
ao primeiro grupo, os 20% mais pobres?
04:49
What did people want to give
to the first group,
04:51
the bottom 20 percent?
Eles queriam dar cerca de 10% da riqueza.
04:53
They wanted to give them
about 10 percent of the wealth.
O grupo seguinte, 14% da riqueza,
04:56
The next group, 14 percent of the wealth,
21, 22 e 32.
04:59
21, 22 and 32.
Ninguém da nossa amostra
quis a igualdade plena,
05:04
Now, nobody in our sample
wanted full equality.
ou pensou que o socialismo
fosse uma ideia fantástica.
05:07
Nobody thought that socialism
is a fantastic idea in our sample.
O que isso significa?
05:12
But what does it mean?
Significa que temos
uma lacuna de conhecimento
05:13
It means that we have this knowledge gap
05:15
between what we have
and what we think we have,
entre o que temos
e o que pensamos que temos.
E temos uma lacuna igualmente grande
entre o que achamos que é justo
05:18
but we have at least as big a gap
between what we think is right
e o que pensamos que temos.
05:22
to what we think we have.
Podemos agora fazer outras perguntas,
não apenas sobre a riqueza.
05:24
Now, we can ask these questions,
by the way, not just about wealth.
Podemos perguntar
sobre outras coisas também.
05:28
We can ask it about other things as well.
Por exemplo, fizemos essa pergunta
a pessoas de diferentes partes do mundo,
05:30
So for example, we asked people
from different parts of the world
05:34
about this question,
pessoas que são liberais e conservadoras,
e elas nos deram a mesma resposta.
05:36
people who are liberals and conservatives,
05:38
and they gave us basically
the same answer.
Perguntamos aos ricos e aos pobres,
e nos deram a mesma resposta,
05:40
We asked rich and poor,
they gave us the same answer,
05:43
men and women,
homens e mulheres,
ouvintes de rádio e leitores da Forbes.
05:44
NPR listeners and Forbes readers.
Perguntamos às pessoas
na Inglaterra, Austrália, EUA...
05:47
We asked people in England,
Australia, the U.S. --
respostas muito parecidas.
05:50
very similar answers.
Perguntamos até em departamentos
diferentes de uma universidade.
05:52
We even asked different
departments of a university.
Fomos para Harvard e checamos
quase todos os departamentos,
05:54
We went to Harvard and we checked
almost every department,
e de fato, na Harvard Business School,
05:57
and in fact, from Harvard Business School,
-- onde algumas pessoas queriam os ricos
mais ricos e os pobres mais pobres --
05:59
where a few people wanted the wealthy
to have more and the [poor] to have less,
a semelhança foi surpreendente.
06:03
the similarity was astonishing.
Sei que alguns de vocês foram
para Harvard Business School.
06:05
I know some of you went
to Harvard Business School.
Também fizemos esta pergunta
sobre outra coisa.
06:08
We also asked this question
about something else.
Perguntamos sobre a proporção de salário
entre CEOs e trabalhadores comuns.
06:12
We asked, what about the ratio
of CEO pay to unskilled workers?
Você pode ver o que as pessoas
acham da proporção,
06:17
So you can see what
people think is the ratio,
e então perguntamos,
qual deveria ser a proporção?
06:20
and then we can ask the question,
what do they think should be the ratio?
E depois perguntamos, qual é a realidade?
06:24
And then we can ask, what is reality?
E podemos dizer que não é tão ruim.
06:26
What is reality? And you could say,
well, it's not that bad, right?
O vermelho e o amarelo
não são tão diferentes.
06:30
The red and the yellow
are not that different.
Mas na verdade, é porque
não os coloquei na mesma escala.
06:32
But the fact is, it's because
I didn't draw them on the same scale.
É difícil ver o amarelo e o azul ali.
06:38
It's hard to see, there's yellow
and blue in there.
O que acontece com os outros
resultados da riqueza?
06:42
So what about other outcomes of wealth?
06:44
Wealth is not just about wealth.
A riqueza não é apenas riqueza.
Perguntamos sobre coisas como a saúde.
06:46
We asked, what about things like health?
Qual é a disponibilidade
de medicamentos com prescrição?
06:48
What about availability
of prescription medication?
E a expectativa de vida?
06:52
What about life expectancy?
E a expectativa de vida dos bebês?
06:54
What about life expectancy of infants?
Como queremos que isto seja distribuído?
06:57
How do we want this to be distributed?
E a educação para os jovens?
06:59
What about education for young people?
E para as pessoas mais velhas?
07:02
And for older people?
E em todas essas coisas,
o que aprendemos foi que as pessoas
07:04
And across all of those things,
what we learned was that people
não gostam da desigualdade da riqueza,
07:07
don't like inequality of wealth,
mas há outras coisas onde a desigualdade,
que é um resultado da riqueza,
07:10
but there's other things where inequality,
which is an outcome of wealth,
são ainda mais aversivas para elas:
07:13
is even more aversive to them:
por exemplo, a desigualdade
na saúde e educação.
07:15
for example, inequality
in health or education.
Aprendemos também que as pessoas
são especialmente abertas
07:19
We also learned that people
are particularly open
para mudanças na igualdade
quando se trata de pessoas
07:22
to changes in equality
when it comes to people
que têm menos ação,
07:24
who have less agency --
basicamente, as crianças jovens e bebês,
07:26
basically, young kids and babies,
pois não as consideramos
responsáveis pela sua situação.
07:29
because we don't think of them
as responsible for their situation.
Então, quais são as lições de tudo isso?
07:34
So what are some lessons from this?
Nós temos duas lacunas:
07:36
We have two gaps:
07:37
We have a knowledge gap
and we have a desirability gap
temos lacunas de conhecimento e de desejo.
07:40
And the knowledge gap
is something that we think about,
E a lacuna de conhecimento
é algo que pensamos:
como educamos as pessoas?
07:42
how do we educate people?
Como fazemos pessoas pensarem
de modo diferente sobre a desigualdade
07:44
How do we get people to think
differently about inequality
07:46
and the consequences of inequality
in terms of health, education,
e as consequências da desigualdade
em termos de saúde, educação,
inveja, taxa de criminalidade,
e assim por diante?
07:50
jealousy, crime rate, and so on?
07:52
Then we have the desirability gap.
Então temos a lacuna de desejo.
Como fazemos pessoas pensarem
diferente sobre o queremos ?
07:54
How do we get people to think differently
about what we really want?
A definição de Rawls,
de como ele via o mundo,
07:58
You see, the Rawls definition,
the Rawls way of looking at the world,
a abordagem do teste cego,
08:02
the blind tasting approach,
anula a nossa motivação egoísta.
08:03
takes our selfish motivation
out of the picture.
Como vamos implementar isso
para um grau mais elevado
08:06
How do we implement that
to a higher degree
em uma escala mais ampla?
08:09
on a more extensive scale?
E finalmente, temos uma lacuna de ação.
08:11
And finally, we also have an action gap.
Como vamos abordar essas coisas
e fazer algo de verdade?
08:14
How do we take these things
and actually do something about it?
Eu acho que parte da resposta
é pensar em pessoas
08:17
I think part of the answer
is to think about people
como as crianças jovens e bebês
que não têm muita ação,
08:20
like young kids and babies
that don't have much agency,
porque as pessoas parecem ser
mais dispostas a fazer isso.
08:23
because people seem to be
more willing to do this.
Para resumir, na próxima vez
que você beber cerveja ou vinho,
08:27
To summarize, I would say,
next time you go to drink beer or wine,
primeiramente pense sobre isso,
no que é real na sua experiência,
08:32
first of all, think about, what is it
in your experience that is real,
e o que na sua experiência
é um efeito placebo
08:36
and what is it in your experience
that is a placebo effect
derivado de expectativas?
08:40
coming from expectations?
Depois, pense sobre o que isso representa
para outras decisões em sua vida,
08:41
And then think about what it also means
for other decisions in your life,
08:45
and hopefully also for policy questions
e talvez também para questões políticas
que afetam a todos nós.
08:47
that affect all of us.
Muito obrigado.
08:48
Thanks a lot.
(Aplausos)
08:50
(Applause)
Translated by Francisco Paulino Dubiela
Reviewed by Silvia Zanetti

▲Back to top

About the speaker:

Dan Ariely - Behavioral economist
The dismal science of economics is not as firmly grounded in actual behavior as was once supposed. In "Predictably Irrational," Dan Ariely told us why.

Why you should listen

Dan Ariely is a professor of psychology and behavioral economics at Duke University and a founding member of the Center for Advanced Hindsight. He is the author of the bestsellers Predictably IrrationalThe Upside of Irrationality, and The Honest Truth About Dishonesty -- as well as the TED Book Payoff: The Hidden Logic that Shapes Our Motivations.

Through his research and his (often amusing and unorthodox) experiments, he questions the forces that influence human behavior and the irrational ways in which we often all behave.

More profile about the speaker
Dan Ariely | Speaker | TED.com