English-Video.net comment policy

The comment field is common to all languages

Let's write in your language and use "Google Translate" together

Please refer to informative community guidelines on TED.com

TED2018

Yasin Kakande: What's missing in the global debate over refugees

Yasin Kakande: O que falta no debate global sobre os refugiados

Filmed:
893,672 views

No contínuo debate sobre os refugiados, escutamos todo mundo, de políticos que prometem controle das fronteiras a cidadãos que temem perder seus empregos. Todos, exceto os próprios migrantes. Por que eles estão vindo? O jornalista e TED Fellow Yasin Kakande explica o que forçou a ele e a tantos outros a fugir de seus países de origem, instando uma discussão mais aberta e uma nova perspectiva. Porque a história da humanidade, lembra ele, também é uma história de migrações: "Por mais rigorosas que sejam as restrições, elas não são capazes de conter a onda migratória que determinou nossa história humana", disse ele.

- Investigative journalist, author
Yasin Kakande is exposing the human rights abuses of migrant workers in the Middle East. Full bio

[Filmado na cidade de Nova York
Exibido pela primeira vez no TED2018]
Sou um imigrante da Uganda
vivendo nos Estados Unidos
00:17
I am an immigrant from Uganda
living in the United States
enquanto espero a aprovação
do meu pedido de asilo.
00:21
while waiting for my asylum application
00:23
to go through.
Migrantes não têm muita liberdade
de deslocamento no mundo de hoje.
00:25
Migrants do not enjoy
much freedom of movement
00:29
in our world today.
Com certeza, isso se aplica àqueles
desesperados o bastante
00:30
This certainly applies to those
who are desperate enough
para enfrentar tempestades
e mares revoltos em barcos.
00:33
to navigate choppy
and stormy seas in boats.
Esses são os riscos que os meus primos
da África Ocidental e Setentrional
00:37
These are the risks my cousins
from West Africa and North Africa face
enfrentam ao tentar
atravessar para a Europa.
00:42
while trying to cross over to Europe.
Esta é realmente uma rara
porém afortunada oportunidade
00:44
Indeed, it is a rare
but fortunate opportunity
para um migrante poder falar
para um fórum como este.
00:48
for a migrant to address
a gathering like this.
Mas também demonstra o que costuma faltar
00:52
But this also signifies
what often is missing
no debate global sobre refugiados,
00:55
in the global debate over refugees,
migrantes e imigrantes:
00:58
migrants and immigrants,
as vozes daqueles desfavorecidos.
01:00
voices of the disenfranchised.
Os cidadãos de muitos países anfitriões,
01:03
Citizens of many host countries,
até mesmo daqueles
que acolhiam os recém-chegados,
01:05
even those that previously
welcomed newcomers,
estão preocupados com o aumento
do número de indivíduos
01:08
are uneasy about the rising
numbers of individuals
chegando aos seus países.
01:11
coming into their countries.
A primeira crítica é que os recém-chegados
prejudicam a estabilidade
01:13
The immediate criticism
is that the newcomers upend the stability
do bem-estar social e dos níveis
de emprego em seus países.
01:17
of social welfare and employment
in their countries.
Cidadãos inseguros e céticos
olham para os políticos
01:21
Uncertain and skeptical citizens
look towards politicians
que competem entre si para ver
quem ganha o prêmio
01:24
who are competing against each other
to see who can claim the prize
de voz mais alta do populismo
e do nacionalismo.
01:29
of the loudest voice
of populism and nationalism.
É uma competição entre quem é
o mais duro com os migrantes,
01:33
It is a contest of who
is the toughest on migrants,
quem é mais propenso
a impor proibições de viagem
01:38
the most willing to impose travel bans
01:40
and the most eager to propose
projects in building walls.
e quem é o mais ansioso
em propor projetos de construção de muros.
Todas essas restrições contemplam
apenas os sintomas do problema,
01:44
All these restrictions simply address
symptoms of the problem,
não as causas.
01:48
not the causes.
Por que eles estão vindo?
01:49
Why are they coming?
Os migrantes podem expor pontos de vista
01:52
Migrants can share perspectives,
01:53
if only politicians
would be willing to listen.
se os políticos estiverem
dispostos a ouvir.
Em Dubai, eu relatei injustiças
e desigualdades infligidas regularmente
01:57
In Dubai, I chronicled injustices
and inequalities inflicted regularly
02:01
on the migrant labor force.
à força de trabalho migrante.
Como resultado, a pressão dos governos
dos respectivos países
02:03
As a result, pressures
from the governments
02:06
of the respective countries
me forçou a abandonar a minha carreira
de jornalista no Oriente Médio.
02:08
led to me being forced out of my career
as a journalist in the Middle East.
Fui deportado para a Uganda,
02:13
I was deported to Uganda,
onde privações econômicas sujeitam
a população ao risco de inanição.
02:15
where economic deprivation
puts everyone at the risk of starvation.
Eu fugi da Uganda para os Estados Unidos
02:19
I fled Uganda to come to the United States
na esperança de ser uma voz
para os meus irmãos e irmãs
02:22
in the hope of sustaining a voice
for my brothers and sisters
que vivenciam uma situação
muito pior como migrantes.
02:26
who experience a more
serious plight as migrants.
Meu pai me disse que não estava contente
por eu ter escrito um livro
02:30
My father told me he was not happy
about me writing a book
que me colocava em risco
de deportação e desemprego.
02:34
that risked deportation and unemployment.
Meu pai sofria de diabetes há muitos anos
e, enquanto eu trabalhava em Dubai,
02:38
He had been diabetic for many years
when I still worked in Dubai,
02:41
and my salary was always sufficient
to pay for his treatments.
meu salário sempre foi suficiente
para pagar pelo tratamento dele.
Depois que fui expulso,
02:45
After I was expelled,
não pude mais pagar pelo tratamento dele,
02:47
I could not afford
to sustain his treatment,
e até mesmo nos seus últimos dias de vida,
02:50
and even in the last days of his life,
não tive condições
de levá-lo a um hospital.
02:53
I could not afford
to take him to a hospital.
Ao carregar seu corpo
em meus braços para enterrá-lo,
02:56
As I carried his body in my hands
to lay it in the ground
em junho do ano passado,
03:00
in June of last year,
percebi que havia pago um preço altíssimo
03:02
I realized I had paid a profound price
por ter ampliado a minha voz.
03:05
for amplifying my voice.
Nunca é fácil denunciar
injustiças multifacetadas
03:09
The act of speaking up against injustices
that are multilayered is never easy,
porque os problemas requerem
mais do que apenas retórica.
03:16
because the problems require
more than just rhetoric.
Enquanto as minas de ouro,
os campos de petróleo
03:20
So long as gold mines, oilfields and large
farms in Africa continue to be owned
e as grandes fazendas da África
continuarem sendo propriedade
de investidores estrangeiros
03:26
by foreign investors
que enviam esses recursos vitais
para o Ocidente,
03:28
and those vital resources
are shipped to the West,
a corrente de migrantes africanos
continuará fluindo indefinidamente.
03:32
the stream of African migrants
will flow continuously.
Por mais rigorosas que sejam
as restrições, elas não são capazes
03:37
There are no restrictions
that could ever be so rigorous
de conter a onda migratória
que determinou nossa história humana.
03:42
to stop the wave of migration
that has determined our human history.
Antes que o controle de fronteiras
se torne mais rígido
03:47
Before border controls can be tightened
e novas restrições de visto
sejam impostas,
03:50
and new visa restrictions imposed,
os países que sempre receberam migrantes
03:53
countries that have long received migrants
devem se envolver
em discussões mais abertas.
03:56
should engage in a more open discussion.
Essa é a única forma prática de começar,
finalmente, a reconciliação
03:59
That is the only practical start
for reconciling, finally,
com um legado de exploração,
04:05
a legacy of exploitation,
escravidão,
04:08
slavery,
colonialismo
04:10
colonialism
e imperialismo
04:11
and imperialism,
para que, juntos, possamos avançar
e criar uma economia global mais justa
04:13
so that together, we can move forward
in creating a more just global economy
no século 21.
04:19
in the 21st century --
Uma que beneficie a todos.
04:22
one that benefits all.
Translated by Marisa Averbuch
Reviewed by Custodio Marcelino

▲Back to top

About the speaker:

Yasin Kakande - Investigative journalist, author
Yasin Kakande is exposing the human rights abuses of migrant workers in the Middle East.

Why you should listen

Investigative journalist Yasin Kakande works undercover in the Middle East to expose human rights abuses of migrant workers. He investigates the reasons why Africans choose to migrate to the Middle East, Europe and America, and traces the severe consequences of countries closing their borders to African migrants. A migrant himself, first to the Middle East and recently to the US, Kakande is the author of two books: Slave States, an expose of the enslavement, trafficking and abuse of workers in the Gulf Arab Region, and The Ambitious Struggle: An African Journalist's Journey of Hope and Identity in a Land of Migrants.

More profile about the speaker
Yasin Kakande | Speaker | TED.com