English-Video.net comment policy

The comment field is common to all languages

Let's write in your language and use "Google Translate" together

Please refer to informative community guidelines on TED.com

TED2014

Andrew Solomon: How the worst moments in our lives make us who we are

Andrew Solomon: Como os piores momentos da nossa vida nos fazem quem somos

Filmed
Views 4,882,599

O escritor Andrew Solomon passou a sua carreira a contar histórias das dificuldades dos outros. Agora, vira-se para si mesmo, levando-nos a uma infância de luta, enquanto desfia histórias de pessoas corajosas que conheceu. Numa palestra sincera, comovente e, por vezes, divertida, Solomon faz um poderoso apelo à ação para forjarmos um sentido a partir das nossas maiores lutas.

- Writer
Andrew Solomon writes about politics, culture and psychology. Full bio

Enquanto estudante da adversidade,
00:12
As a studentaluna of adversityadversidade,
00:16
I've been struckatingiu over the yearsanos
tenho ficado admirado
ao longo dos anos
00:17
by how some people
ao ver que algumas pessoas
com grandes desafios
00:19
with majorprincipal challengesdesafios
00:21
seemparecem to drawdesenhar strengthforça from them,
parecem ganhar forças com eles.
00:24
and I've heardouviu the popularpopular wisdomsabedoria
Diz a sabedoria popular
00:26
that that has to do with findingencontrando meaningsignificado.
que isso tem a ver
com encontrar um sentido.
00:28
And for a long time,
E, durante muito tempo,
00:30
I thought the meaningsignificado was out there,
pensei que esse sentido estava algures,
00:32
some great truthverdade waitingesperando to be foundencontrado.
nalguma grande verdade
à espera de ser encontrada.
00:35
But over time, I've come to feel
Mas, com o tempo, acabei por achar
00:38
that the truthverdade is irrelevantirrelevante.
que a verdade é irrelevante.
00:40
We call it findingencontrando meaningsignificado,
Chamamos-lhe encontrar um sentido
mas seria melhor
chamar-lhe forjar um sentido.
00:42
but we mightpoderia better call it forgingforjamento meaningsignificado.
00:47
My last booklivro was about how familiesfamílias
O meu último livro foi sobre
como as famílias conseguem lidar
00:49
managegerir to dealacordo with variousvários kindstipos of challengingdesafiador
com os diversos tipos de desafios
00:52
or unusualincomum offspringdescendência,
ou com uma prole fora do normal.
00:54
and one of the mothersmães I interviewedentrevistado,
Uma das mães que eu entrevistei,
00:56
who had two childrencrianças with
multiplemúltiplo severegrave disabilitiesdeficiência,
que tinha dois filhos com
múltiplas deficiências graves, disse-me:
00:59
said to me, "People always give us
"As pessoas estão sempre a dizer-nos
01:02
these little sayingsProvérbios like,
"pequenas frases como esta:
01:03
'God doesn't give you any
more than you can handlelidar com,'
"'Deus nunca nos dá mais
do que podemos suportar',
01:07
but childrencrianças like oursnosso
"mas filhos como os nossos
01:09
are not preordainedpredeterminado as a giftpresente.
"não estão predestinados
para serem um dom.
01:13
They're a giftpresente because that's what we have chosenescolhido."
"São um dom porque foi isso
que escolhemos."
01:18
We make those choicesescolhas all our livesvidas.
Fazemos escolhas destas toda a vida.
01:22
When I was in secondsegundo gradegrau,
Quando eu estava no segundo ano,
01:25
BobbyBobby FinkelFinkel had a birthdayaniversário partyfesta
Bobby Finkel fez uma festa de aniversário.
01:27
and invitedconvidamos everyonetodos in our classclasse but me.
Convidou toda a gente
da nossa turma, exceto eu.
01:32
My mothermãe assumedassumiu there
had been some sortordenar of errorerro,
A minha mãe julgou que tinha
havido qualquer engano
01:34
and she calledchamado MrsSenhora deputada. FinkelFinkel,
e ligou a Mrs. Finkel,
01:36
who said that BobbyBobby didn't like me
que lhe disse que Bobby não gostava de mim
01:38
and didn't want me at his partyfesta.
e não queria que eu fosse à festa dele.
01:42
And that day, my mommamãe tooktomou me to the zoojardim zoológico
Nesse dia, a minha mãe levou-me ao zoo
01:45
and out for a hotquente fudgelorota sundaesundae de.
e deu-me um enorme gelado semifrio.
01:48
When I was in seventhsétimo gradegrau,
Quando eu estava no sétimo ano,
01:49
one of the kidsfilhos on my schoolescola busônibus
um dos miúdos no autocarro da escola
01:52
nicknamedapelidado de me "PercyPercy"
pôs-me a alcunha de "Percy",
01:54
as a shorthandforma abreviada for my demeanorcomportamento,
um diminutivo pela minha maneira de ser
01:56
and sometimesas vezes, he and his cohortcoorte
e, por vezes, ele e o seu grupo
01:59
would chantcanto that provocationprovocação
entoavam essa provocação
02:02
the entireinteira schoolescola busônibus ridepasseio,
durante todo o tempo do autocarro,
02:03
45 minutesminutos up, 45 minutesminutos back,
45 minutos à ida, 45 minutos à volta:
02:07
"PercyPercy! PercyPercy! PercyPercy! PercyPercy!"
"Percy! Percy! Percy! Percy!"
02:12
When I was in eighthoitavo gradegrau,
Quando eu estava no oitavo ano,
02:14
our scienceCiência teacherprofessor told us
o nosso professor de ciências disse-nos
02:16
that all malemasculino homosexualshomossexuais
que todos os homossexuais
02:18
developdesenvolve fecalfecal incontinenceIncontinência
acabam por sofrer de incontinência fecal,
02:20
because of the traumatrauma to theirdeles analanal sphincteresfíncter.
por causa do trauma do esfíncter anal.
02:25
And I graduatedgraduado highAlto schoolescola
E terminei o curso secundário
02:26
withoutsem ever going to the cafeterialanchonete,
sem nunca sequer entrar na cafetaria
02:29
where I would have satSentou with the girlsmeninas
onde, se me sentasse com as raparigas,
02:31
and been laughedriu at for doing so,
fariam troça de mim por causa disso
02:33
or satSentou with the boysRapazes
mas, se me sentasse com os rapazes
02:35
and been laughedriu at for beingser a boyGaroto
riri-se-am de mim por eu ser um rapaz
02:37
who should be sittingsentado with the girlsmeninas.
que devia estar sentado
ao pé das raparigas.
02:39
I survivedsobreviveu that childhoodinfância throughatravés a mixmisturar
Sobrevivi à infância
02:42
of avoidanceevasão and enduranceresistência.
no meio de um misto
de evitar e de resistir.
02:45
What I didn't know then,
O que eu na altura não sabia,
02:47
and do know now,
e agora sei,
02:49
is that avoidanceevasão and enduranceresistência
é que evitar e resistir
02:51
can be the entrywayporta de entrada to forgingforjamento meaningsignificado.
pode ser a porta de entrada
para forjar um sentido.
02:56
After you've forgedforjado meaningsignificado,
Depois de forjarmos um sentido,
02:58
you need to incorporateincorporar that meaningsignificado
precisamos de incorporar esse sentido
03:00
into a newNovo identityidentidade.
numa nova identidade.
03:02
You need to take the traumastraumas and make them partparte
Temos que assumir esses traumas
e integrá-los em quem passamos a ser.
03:06
of who you've come to be,
03:08
and you need to folddobra the worstpior eventseventos of your life
Temos que transformar os piores
acontecimentos da nossa vida
03:11
into a narrativenarrativa of triumphtriunfo,
numa narrativa de triunfo,
03:13
evincingevidenciando a better selfauto
evidenciando um "eu" melhor
03:15
in responseresposta to things that hurtferido.
em resposta às coisas que magoam.
03:18
One of the other mothersmães I interviewedentrevistado
Uma de outras mães que entrevistei,
03:20
when I was workingtrabalhando on my booklivro
quando estava a trabalhar no meu livro,
03:22
had been rapedestuprada as an adolescentadolescente,
tinha sido violada quando adolescente
03:25
and had a childcriança followingSegue that rapeestupro,
e tinha tido uma criança
na sequência dessa violação,
03:28
whichqual had thrownjogado away her careercarreira plansplanos
o que lhe tinha estragado
os seus planos de carreira
03:31
and damagedestragado all of her emotionalemocional relationshipsrelacionamentos.
e prejudicado todas
as suas relações emocionais.
03:35
But when I metconheceu her, she was 50,
Quando a encontrei, ela tinha 50 anos,
e eu disse-lhe:
03:38
and I said to her,
03:39
"Do you oftenfrequentemente think about the man who rapedestuprada you?"
"Pensa muitas vezes
no homem que a violou?"
03:42
And she said, "I used to think about him with angerraiva,
E ela disse: "Antigamente
pensava nele com raiva,
03:46
but now only with pitypena."
"mas agora só tenho pena dele".
03:48
And I thought she meantsignificava pitypena because he was
Pensei que ela tinha pena dele
por ele ser tão primitivo ao ponto
de lhe ter feito aquela coisa terrível.
03:51
so unevolveddescomprometido as to have donefeito this terribleterrivel thing.
E eu disse: "Pena?"
03:54
And I said, "PityPena?"
03:56
And she said, "Yes,
E ela disse: "Sim,
03:57
because he has a beautifulbonita daughterfilha
"porque ele tem uma filha linda,
04:00
and two beautifulbonita grandchildrennetos
"e dois netos lindos.
04:02
and he doesn't know that, and I do.
"Mas não sabe disso, e eu sei.
04:06
So as it turnsgira out, I'm the luckypor sorte one."
"Por isso acontece que, afinal,
a felizarda sou eu".
04:12
Some of our struggleslutas are things we're bornnascermos to:
Algumas das nossas dificuldades
são coisas com que nascemos:
04:15
our gendergênero, our sexualitysexualidade, our racecorrida, our disabilityDeficiência.
O nosso sexo, a nossa sexualidade,
a nossa raça, a nossa deficiência.
04:21
And some are things that happenacontecer to us:
E outras são coisas que nos acontecem:
04:23
beingser a politicalpolítico prisonerprisioneiro, beingser a rapeestupro victimvítima,
ser um prisioneiro politico,
ser vítima duma violação,
04:27
beingser a KatrinaKatrina survivorsobrevivente.
ser um sobrevivente do furacão Katrina.
04:29
IdentityIdentidade involvesenvolve enteringentrando a communitycomunidade
A identidade envolve
entrar numa comunidade
04:32
to drawdesenhar strengthforça from that communitycomunidade,
para arranjar forças nessa comunidade
04:35
and to give strengthforça there too.
e também dar-lhe forças.
04:37
It involvesenvolve substitutingsubstituindo "and" for "but" --
Envolve substituir "mas" por "e".
04:42
not "I am here but I have cancerCâncer,"
Não é: "Estou aqui mas tenho um cancro",
04:46
but ratherem vez, "I have cancerCâncer and I am here."
mas antes: "Tenho um cancro e estou aqui".
04:51
When we're ashamedenvergonhado,
Quando sentimos vergonha,
04:53
we can't tell our storieshistórias,
não podemos contar as nossas histórias
04:55
and storieshistórias are the foundationFundação of identityidentidade.
e as histórias são a base da identidade.
05:00
ForgeForge meaningsignificado, buildconstruir identityidentidade,
Forjar um sentido,
construir uma identidade.
05:04
forgeForge meaningsignificado and buildconstruir identityidentidade.
Forjar um sentido e
construir uma identidade.
05:07
That becamepassou a ser my mantramantra.
Isto tornou-se o meu mantra.
05:10
ForgingForjamento meaningsignificado is about changingmudando yourselfvocê mesmo.
Forjar um sentido
é mudarmo-nos a nós próprios.
05:13
BuildingEdifício identityidentidade is about changingmudando the worldmundo.
Construir uma identidade é mudar o mundo.
05:17
All of us with stigmatizedestigmatizado identitiesidentidades
Todos nós com identidades estigmatizadas
05:19
facecara this questionquestão dailydiariamente:
enfrentam esta questão diariamente:
05:21
how much to accommodateacomodar societysociedade
até que ponto nos adaptamos à sociedade
05:24
by constraininga restrição ourselvesnós mesmos,
constrangendo-nos a nós próprios,
05:26
and how much to breakpausa the limitslimites
e até que ponto quebramos os limites
do que constitui uma vida válida?
05:29
of what constitutesconstitui a validválido life?
05:32
ForgingForjamento meaningsignificado and buildingconstrução identityidentidade
Forjar um sentido e
construir uma identidade
05:35
does not make what was wrongerrado right.
não transforma o que está mal em bem.
05:38
It only makesfaz com que what was wrongerrado preciousprecioso.
Apenas torna precioso o que está mal.
05:43
In JanuaryJaneiro de of this yearano,
Em janeiro deste ano,
05:45
I wentfoi to MyanmarMyanmar to interviewentrevista politicalpolítico prisonersprisioneiros,
fui a Myanmar entrevistar
prisioneiros políticos
e fiquei admirado por encontrá-los
05:49
and I was surprisedsurpreso to find them lessMenos bitteramargo
menos revoltados do que esperava.
05:52
than I'd anticipatedantecipado.
05:53
MostMaioria of them had knowinglyconscientemente committedcomprometido
Muitos deles tinham, conscientemente,
praticado os crimes
05:55
the offensescrimes sexuais that landeddesembarcou them in prisonprisão,
que os tinham posto na prisão.
05:58
and they had walkedcaminhou in with theirdeles headscabeças heldmantido highAlto,
Tinham lá entrado de cabeça erguida
06:01
and they walkedcaminhou out with theirdeles headscabeças
e saíam de cabeça erguida,
06:03
still heldmantido highAlto, manymuitos yearsanos latermais tarde.
muitos anos depois.
06:07
DrDr. MaMa ThidaLuiz Alberto, a leadingconduzindo humanhumano rightsdireitos activistativista
A Dra. Ma Thida, uma importante
ativista dos direitos humanos,
06:10
who had nearlypor pouco diedmorreu in prisonprisão
que quase morreu na prisão
06:12
and had spentgasto manymuitos yearsanos in solitarysolitária confinementconfinamento,
e passou muitos anos na solitária,
06:15
told me she was gratefulgrato to her jailerscarcereiros
disse-me que estava
agradecida aos seus carcereiros
06:19
for the time she had had to think,
pelo tempo que tinha tido para pensar,
06:21
for the wisdomsabedoria she had gainedganhou,
pela sabedoria que tinha conquistado,
06:23
for the chancechance to honepedra de afiar her meditationmeditação skillsHabilidades.
pela possibilidade de aperfeiçoar
a sua capacidade de meditação.
06:27
She had soughtbuscou meaningsignificado
Procurara um sentido
06:29
and madefeito her travailtrabalho de parto into a crucialcrucial identityidentidade.
e fizera o seu trabalho
para uma identidade crucial.
06:33
But if the people I metconheceu
Mas se as pessoas que eu encontrei
06:35
were lessMenos bitteramargo than I'd anticipatedantecipado
eram menos amargas do que eu esperava
06:37
about beingser in prisonprisão,
por estarem na prisão,
06:38
they were alsoAlém disso lessMenos thrilledemocionados than I'd expectedesperado
também estavam menos
entusiasmadas do que eu esperava
06:41
about the reformreforma processprocesso going on
com o processo de reforma
em marcha no seu país.
06:43
in theirdeles countrypaís.
06:45
MaMa ThidaLuiz Alberto said,
Ma Thida disse:
06:47
"We BurmeseBirmanês are notedNote-se
"Nós, birmaneses, somos conhecidos
06:48
for our tremendoustremendo gracegraça undersob pressurepressão,
"pela nossa tremenda
elegância sob pressão,
06:52
but we alsoAlém disso have grievancequeixa undersob glamourglamour,"
mas também temos ressentimentos
por trás do nosso charme".
06:56
she said, "and the factfacto that there have been
"E o facto de ter havido
06:58
these shiftsturnos and changesalterar
"estas viragens e mudanças
07:00
doesn't eraseapagar the continuingcontinuando problemsproblemas
"não apaga os problemas que continuam
07:02
in our societysociedade
"na nossa sociedade,
07:04
that we learnedaprendido to see so well
"que aprendemos a ver tão bem
07:06
while we were in prisonprisão."
"enquanto estávamos na prisão".
07:08
And I understoodEntendido her to be sayingdizendo
E eu entendi que ela estava a dizer
07:10
that concessionsconcessões conferconferir only a little humanityhumanidade,
que as concessões apenas
conferem um pouco de humanidade,
07:14
where fullcheio humanityhumanidade is duevencimento,
quando é devida uma humanidade total,
07:16
that crumbsmigalhas are not the samemesmo
que as migalhas não são o mesmo
07:18
as a placeLugar, colocar at the tablemesa,
que um lugar sentado à mesa.
07:20
whichqual is to say you can forgeForge meaningsignificado
Ou seja, podemos forjar um sentido,
construir uma identidade
07:23
and buildconstruir identityidentidade and still be madlouco as hellinferno.
e continuarmos furiosos.
07:29
I've never been rapedestuprada,
Eu nunca fui violado,
07:31
and I've never been in anything
remotelyremotamente approachingaproximando-se
nunca estive em nada que
se parecesse minimamente
07:34
a BurmeseBirmanês prisonprisão,
com uma prisão birmanesa
07:36
but as a gaygay AmericanAmericana,
mas, enquanto "gay" americano,
07:37
I've experiencedcom experiência prejudicepreconceito and even hatredódio,
sofri preconceitos, até ódio,
07:42
and I've forgedforjado meaningsignificado and I've builtconstruído identityidentidade,
e forjei um sentido e
construí uma identidade.
07:46
whichqual is a movemover I learnedaprendido from people
Foi uma coisa que aprendi
com pessoas que tinham sofrido
07:48
who had experiencedcom experiência farlonge worsepior privationprivação
privações muito piores do que
eu alguma vez imaginei.
07:51
than I've ever knownconhecido.
07:53
In my ownpróprio adolescenceadolescência,
Na minha adolescência,
07:55
I wentfoi to extremeextremo lengthscomprimentos to try to be straightdireto.
cheguei aos maiores extremos
para tentar ser hetero.
07:59
I enrolledmatriculou-se myselfEu mesmo in something calledchamado
Envolvi-me numa coisa chamada
08:01
sexualsexual surrogacybarriga de aluguel therapyterapia,
terapia de assistência sexual,
08:03
in whichqual people I was encouragedincentivou to call doctorsmédicos
em que pessoas a quem
eu devia chamar "médicos"
08:07
prescribedprescrito what I was encouragedincentivou to call exercisesexercícios
receitavam coisas a que
eu devia chamar "exercícios"
08:10
with womenmulheres I was encouragedincentivou to call surrogatessubstitutos,
com mulheres a quem
eu devia chamar "assistentes",
08:14
who were not exactlyexatamente prostitutesprostitutas
que não eram propriamente prostitutas
08:17
but who were alsoAlém disso not exactlyexatamente anything elseoutro.
mas que também não eram
exatamente mais nada.
08:20
(LaughterRiso)
(Risos)
08:24
My particularespecial favoritefavorito
A minha preferida
08:26
was a blondeloira womanmulher from the DeepProfundo SouthSul
era uma mulher loira do sul profundo
08:28
who eventuallyeventualmente admittedadmitiu to me
que acabou por me confessar
08:30
that she was really a necrophiliacnecrófilo
que, na verdade, era necrófila
08:32
and had takenocupado this jobtrabalho after she got in troubleproblema
e tinha arranjado aquele trabalho
depois de ter tido problemas numa morgue.
08:35
down at the morguenecrotério.
08:37
(LaughterRiso)
(Risos)
08:43
These experiencesexperiências eventuallyeventualmente allowedpermitido me to have
Essas experiências
acabaram por me permitir
ter relações físicas felizes com mulheres,
08:46
some happyfeliz physicalfisica relationshipsrelacionamentos with womenmulheres,
08:49
for whichqual I'm gratefulgrato,
pelas quais estou grato.
08:50
but I was at warguerra with myselfEu mesmo,
Mas eu estava em guerra comigo mesmo
08:53
and I dugCavei terribleterrivel woundsferidas into my ownpróprio psychepsique.
e arranjei terríveis feridas
na minha psique.
08:58
We don't seekprocurar the painfuldoloroso experiencesexperiências
Não procuramos experiências penosas
09:01
that hewHew our identitiesidentidades,
que talhem as nossas identidades.
09:04
but we seekprocurar our identitiesidentidades
mas procuramos as nossas identidades
09:06
in the wakedespertar of painfuldoloroso experiencesexperiências.
na sequência de experiências penosas.
09:09
We cannotnão podes bearUrso a pointlesssem sentido tormenttormento,
Não suportamos um tormento inútil,
09:12
but we can endureresistir great paindor
mas aguentamos um grande sofrimento
09:14
if we believe that it's purposefulproposital.
se acreditarmos que tem um objetivo.
09:18
EaseFacilidade makesfaz com que lessMenos of an impressionimpressão on us
A facilidade faz-nos menos impressão
09:20
than struggleluta.
do que a luta.
09:21
We could have been ourselvesnós mesmos withoutsem our delightsdelícias,
Podíamos ter sido nós próprios
sem os nossos prazeres,
09:24
but not withoutsem the misfortunesinfortúnios
mas não sem as desgraças
09:26
that drivedirigir our searchpesquisa for meaningsignificado.
que nos levam à procura de um sentido.
09:29
"ThereforePor conseguinte, I take pleasureprazer in infirmitiesenfermidades,"
"Portanto, alegro-me
nas minhas fraquezas",
09:33
StSt. PaulPaul wroteescrevi in SecondSegundo CorinthiansCorinthians,
escreveu S. Paulo na
2.ª Epístola aos Coríntios,
09:35
"for when I am weakfraco, then I am strongForte."
"pois quando me sinto fraco,
então é que sou forte".
09:39
In 1988, I wentfoi to MoscowMoscou
Em 1988, fui a Moscovo
09:42
to interviewentrevista artistsartistas of the SovietUnião Soviética undergroundsubterrâneo,
entrevistar artistas do mundo
clandestino soviético.
09:46
and I expectedesperado theirdeles work to be
Estava à espera que o trabalho deles
09:47
dissidentdissidente and politicalpolítico.
fosse dissidente e político.
09:50
But the radicalismradicalismo in theirdeles work actuallyna realidade laydeitar
Mas o radicalismo do
trabalho deles residia
09:53
in reinsertingreinserir humanityhumanidade into a societysociedade
em reinserir a humanidade numa sociedade
09:56
that was annihilatinganiquilando humanityhumanidade itselfem si,
que estava a aniquilar
a própria humanidade,
09:58
as, in some sensessentidos, RussianRusso societysociedade
tal como, em certo sentido,
a sociedade russa está de novo a fazer.
10:01
is now doing again.
10:03
One of the artistsartistas I metconheceu said to me,
Um dos artistas que conheci disse-me:
10:05
"We were in trainingTreinamento to be not artistsartistas but angelsanjos."
"Estávamos a treinar para ser anjos,
não para ser artistas".
10:10
In 1991, I wentfoi back to see the artistsartistas
Em 1991, voltei lá para ver os artistas
10:13
I'd been writingescrevendo about,
sobre os quais andava a escrever.
10:14
and I was with them duringdurante the putschgolpe de estado
Estive com eles durante o golpe
10:16
that endedterminou the SovietUnião Soviética UnionUnião,
que acabou com a União Soviética.
10:18
and they were amongentre the chiefchefe organizersorganizadores
Eles estavam entre
os principais organizadores
10:21
of the resistanceresistência to that putschgolpe de estado.
da resistência a esse golpe.
10:24
And on the thirdterceiro day of the putschgolpe de estado,
No terceiro dia do golpe,
10:27
one of them suggestedsugerido we walkandar up to SmolenskayaSmolenskaya.
um deles sugeriu que
fôssemos a Smolenskaya.
10:30
And we wentfoi there,
E lá fomos.
10:31
and we arrangedarranjado ourselvesnós mesmos in
frontfrente of one of the barricadesbarricadas,
Pusemo-nos em frente duma barricada
10:35
and a little while latermais tarde,
e um pouco depois
10:36
a columncoluna of tankstanques rolledrolou up,
apareceu uma coluna de tanques.
10:39
and the soldiersoldado on the frontfrente tanktanque said,
O soldado do tanque da frente disse:
10:41
"We have unconditionalincondicional ordersordens
"Temos ordens expressas
10:43
to destroydestruir this barricadebarricada.
"para destruir esta barricada.
10:44
If you get out of the way,
"Se saírem do caminho,
não vos fazemos mal,
10:46
we don't need to hurtferido you,
10:48
but if you won'tnão vai movemover, we'llbem have no choiceescolha
"mas se não saírem daí,
não temos alternativa
10:50
but to runcorre you down."
"senão passarmos por cima de vocês".
10:51
And the artistsartistas I was with said,
Os artistas com quem eu estava disseram:
10:53
"Give us just a minuteminuto.
"Deem-nos só um minuto.
10:54
Give us just a minuteminuto to tell you why we're here."
"Deem-nos só um minuto para vos
dizermos porque é que estamos aqui".
10:59
And the soldiersoldado foldedguardada his armsbraços,
O soldado cruzou os braços
11:01
and the artistartista launchedlançado into a
JeffersonianJeffersoniana panegyricpanegírico to democracydemocracia
e o artista lançou-se num panegírico
jeffersoniano à democracia
11:05
suchtal as those of us who liveviver
como os que vivem
numa democracia jeffersoniana
11:07
in a JeffersonianJeffersoniana democracydemocracia
11:09
would be hard-pressedser pressionado to presentpresente.
dificilmente apresentariam.
11:13
And they wentfoi on and on,
E continuaram sem parar.
11:14
and the soldiersoldado watchedassisti,
O soldado assistiu
11:16
and then he satSentou there for a fullcheio minuteminuto
e ficou ali sentado durante um minuto,
11:18
after they were finishedacabado
depois de eles terem acabado.
11:20
and lookedolhou at us so bedraggledconversa in the rainchuva,
Olhou para nós, encharcado
sob a chuva, e disse:
11:22
and said, "What you have said is trueverdade,
"O que vocês disseram é verdade.
11:26
and we mustdevo bowarco to the will of the people.
"Temos que nos inclinar
perante a vontade do povo.
11:30
If you'llvocê vai clearClaro enoughsuficiente spaceespaço for us to turnvirar around,
"Se nos derem espaço suficiente
para darmos a volta,
11:32
we'llbem go back the way we cameveio."
"voltaremos pelo mesmo
caminho por onde viemos".
11:35
And that's what they did.
E foi o que fizeram.
11:37
SometimesÀs vezes, forgingforjamento meaningsignificado
Por vezes, forjar um sentido
11:39
can give you the vocabularyvocabulário you need
pode dar-nos o vocabulário
de que precisamos
11:42
to fightluta for your ultimatefinal freedomliberdade.
para lutar pela nossa liberdade suprema.
11:45
RussiaRússia awakeneddespertou me to the lemonadelimonada notionnoção
A Rússia abriu-me os olhos
para a noção histórica
de que a opressão é o fermento
do poder que se lhe opõe
11:48
that oppressionopressão breedsraças the powerpoder to opposeopor-se it,
11:51
and I graduallygradualmente understoodEntendido that as the cornerstonepedra angular
e pouco a pouco compreendi
que isso era a pedra
basilar da identidade.
11:54
of identityidentidade.
11:55
It tooktomou identityidentidade to rescueresgatar me from sadnesstristeza.
Foi a identidade que
me salvou da tristeza.
O movimento pelos direitos dos "gays"
pressupõe um mundo
12:00
The gaygay rightsdireitos movementmovimento positspostula a worldmundo
12:02
in whichqual my aberrancesaberrances are a victoryvitória.
em que as minhas
aberrações são uma vitória.
12:05
IdentityIdentidade politicspolítica always workstrabalho on two frontsfrentes:
A política da identidade
funciona sempre em duas frentes:
12:09
to give prideorgulho to people who have a givendado conditioncondição
encher de orgulho as pessoas
que têm uma certa situação
ou característica,
12:12
or characteristiccaracterística,
12:13
and to causecausa the outsidelado de fora worldmundo
e fazer com que o mundo exterior
12:15
to treattratar suchtal people more gentlydelicadamente and more kindlygentilmente.
trate essas pessoas de
modo mais gentil e afável.
12:18
Those are two totallytotalmente separateseparado enterprisesempresas,
São duas situações
totalmente independentes,
12:22
but progressprogresso in eachcada sphereesfera
mas o progresso em cada uma das esferas
12:24
reverberatesreverbera in the other.
repercute-se sobre a outra.
12:26
IdentityIdentidade politicspolítica can be narcissisticnarcisista.
A política da identidade
pode ser narcisista.
12:30
People extolExtol a differencediferença only because it's theirsdeles.
As pessoas exaltam uma diferença
apenas porque ela é sua.
12:33
People narrowlimitar the worldmundo and functionfunção
As pessoas estreitam o mundo e a função
12:36
in discretediscreto groupsgrupos withoutsem empathyempatia for one anotheroutro.
em grupos distintos sem
empatia uns pelos outros.
12:39
But properlydevidamente understoodEntendido
Mas devidamente compreendida
12:41
and wiselysabiamente practicedpraticada,
e sensatamente praticada,
12:43
identityidentidade politicspolítica should expandexpandir
a política da identidade deve expandir
12:45
our ideaidéia of what it is to be humanhumano.
a nossa ideia do que é ser humano.
12:48
IdentityIdentidade itselfem si
A própria identidade
12:49
should be not a smugpresunçoso labelrótulo
não devia ser um rótulo complacente
12:52
or a goldouro medalmedalha
nem uma medalha de ouro,
12:54
but a revolutionrevolução.
mas uma revolução.
12:56
I would have had an easierMais fácil life if I were straightdireto,
Eu teria tido uma vida
mais fácil se fosse hetero,
13:00
but I would not be me,
mas não seria eu.
13:02
and I now like beingser myselfEu mesmo better
Agora gosto mais de ser eu próprio
13:04
than the ideaidéia of beingser someonealguém elseoutro,
do que a ideia de ser outro qualquer,
13:07
someonealguém who, to be honesthonesto,
alguém que, para ser franco,
13:08
I have neithernem the optionopção of beingser
não tenho a opção de ser
13:10
nornem the abilityhabilidade fullytotalmente to imagineImagine.
nem a capacidade sequer de imaginar.
13:13
But if you banishbanir the dragonsdragões,
Mas se banirmos os dragões,
13:15
you banishbanir the heroesHeróis,
banimos os heróis,
13:17
and we becometornar-se attachedem anexo
e ficamos agarrados
13:19
to the heroicheroico straintensão in our ownpróprio livesvidas.
ao esforço heroico nas nossas vidas.
13:22
I've sometimesas vezes wonderedme perguntei
Por vezes punha-me a pensar
13:23
whetherse I could have ceasedcessou
to hateódio that partparte of myselfEu mesmo
se teria deixado de odiar
essa parte de mim mesmo
13:26
withoutsem gaygay pride'sdo orgulho technicolorTechnicolor fiestaFiesta,
sem a festa tecnicolor do orgulho "gay",
13:29
of whichqual this speechdiscurso is one manifestationmanifestação.
de que este discurso é uma manifestação.
(Risos)
13:33
I used to think I would know myselfEu mesmo to be maturemaduras
Costumava pensar que
só teria amadurecido
13:36
when I could simplysimplesmente be gaygay withoutsem emphasisênfase,
quando pudesse ser "gay" sem ênfase,
13:39
but the self-loathingAutofobia of that periodperíodo left a voidvoid,
mas a autoaversão desse
período deixou-me um vazio
13:43
and celebrationcelebração needsprecisa to fillencher and overflowestouro de it,
e os festejos têm que
o preencher e transbordar.
Mesmo que eu pague a minha
dívida pessoal de melancolia,
13:47
and even if I repayreembolsar my privateprivado debtdívida of melancholymelancolia,
13:50
there's still an outerexterior worldmundo of homophobiahomofobia
continua a haver um mundo
lá fora de homofobia
13:53
that it will take decadesdécadas to addressendereço.
que vai levar décadas a desaparecer.
13:56
SomedayUm dia, beingser gaygay will be a simplesimples factfacto,
Um dia, ser "gay" será um simples facto
13:59
freelivre of partyfesta hatschapéus and blameculpa,
livre de chapelinhos de festa e de culpa
14:02
but not yetainda.
mas, por enquanto, não.
14:04
A friendamigos of minemeu who thought gaygay prideorgulho
Um amigo meu, que pensava
que o orgulho "gay"
14:06
was gettingobtendo very carriedtransportado away with itselfem si,
estava a ser exagerado,
sugeriu que organizássemos
14:08
onceuma vez suggestedsugerido that we organizeorganizar
14:10
Gaygay HumilityHumildade WeekSemana.
uma semana da Humildade "Gay"
14:12
(LaughterRiso) (ApplauseAplausos)
(Risos)
(Aplausos)
14:18
It's a great ideaidéia,
É uma grande ideia
14:21
but its time has not yetainda come.
mas ainda não chegou a altura própria.
14:23
(LaughterRiso)
(Risos)
14:25
And neutralityneutralidade, whichqual seemsparece to liementira
A neutralidade, que parece residir
14:27
halfwaya meio caminho betweenentre despairdesespero and celebrationcelebração,
a meio caminho entre
o desespero e os festejos
14:30
is actuallyna realidade the endgamejogo final.
é de facto o fim do jogo.
Em 29 estados dos EUA,
14:33
In 29 statesestados in the U.S.,
14:36
I could legallylegalmente be fireddisparamos or deniednegado housinghabitação
eu posso legalmente ser despedido
ou recusarem-me casa, por ser "gay".
14:39
for beingser gaygay.
14:41
In RussiaRússia, the anti-propagandaanti-propaganda lawlei
Na Rússia, a lei anti-propaganda
14:44
has led to people beingser beatenespancado in the streetsruas.
levou a que as pessoas
fossem espancadas nas ruas.
14:47
Twenty-sevenVinte e sete AfricanAfricano countriespaíses
Vinte e sete países africanos
14:49
have passedpassado lawsleis againstcontra sodomysodomy,
aprovaram leis contra a sodomia.
14:52
and in NigeriaNigéria, gaygay people can legallylegalmente
Na Nigéria, os "gays" podem legalmente
14:54
be stonedchapado to deathmorte,
ser mortos por apedrejamento
14:55
and lynchingslinchamentos have becometornar-se commoncomum.
e os linchamentos tornaram-se comuns.
14:58
In SaudiArábia Saudita ArabiaArábia recentlyrecentemente, two menhomens
Na Arábia Saudita, há pouco tempo,
dois homens, que foram
apanhados em atos carnais,
15:01
who had been caughtapanhado in carnalcarnal actsatos,
15:03
were sentencedcondenado to 7,000 lashescílios eachcada,
foram condenados
a 7000 chicotadas cada um.
15:08
and are now permanentlypermanentemente disabledDesativado as a resultresultado.
Agora estão permanentemente
incapacitados em consequência disso.
15:11
So who can forgeForge meaningsignificado
Então, podemos forjar um sentido
15:13
and buildconstruir identityidentidade?
e construir uma identidade?
15:16
Gaygay rightsdireitos are not primarilyprincipalmente marriagecasamento rightsdireitos,
O direito prioritário dos "gays"
não é o direito ao casamento,
15:19
and for the millionsmilhões who liveviver in unacceptingunaccepting placeslocais
Para os milhões que vivem
em locais interditos
15:22
with no resourcesRecursos,
sem recursos,
15:24
dignitydignidade remainspermanece elusiveesquivo.
a dignidade continua esquiva,
15:27
I am luckypor sorte to have forgedforjado meaningsignificado
Tenho sorte em ter forjado um sentido
15:30
and builtconstruído identityidentidade,
e construído uma identidade,
15:32
but that's still a rareraro privilegeprivilégio,
mas isso ainda é um privilégio raro.
15:34
and gaygay people deservemerecer more collectivelycoletivamente
As pessoas "gays"
merecem mais coletivamente
15:37
than the crumbsmigalhas of justicejustiça.
do que as migalhas da justiça.
No entanto, cada passo em frente
15:40
And yetainda, everycada stepdegrau forwardprogressivo
15:43
is so sweetdoce.
é muito agradável.
15:45
In 2007, sixseis yearsanos after we metconheceu,
Em 2007, seis anos depois
de nos conhecermos,
15:49
my partnerparceiro and I decideddecidiu
o meu parceiro e eu decidimos casar-nos.
15:51
to get marriedcasado.
15:53
MeetingReunião JohnJohn had been the discoverydescoberta
Ter encontrado John
tinha sido a descoberta
15:55
of great happinessfelicidade
duma grande felicidade
15:57
and alsoAlém disso the eliminationeliminação of great unhappinessinfelicidade,
e também a eliminação
duma grande infelicidade.
16:00
and sometimesas vezes, I was so occupiedocupado
Por vezes, eu estava tão ocupado
16:03
with the disappearancedesaparecimento of all that paindor
com o desaparecimento
de todo aquele sofrimento
16:05
that I forgotesqueceu about the joyalegria,
que me esquecia da alegria
16:07
whichqual was at first the lessMenos
remarkablenotável partparte of it to me.
que, a princípio, era a parte
que menos se notava em mim.
16:11
MarryingCasar com was a way to declaredeclarar our love
O casamento foi uma forma
de declarar o nosso amor
16:14
as more a presencepresença than an absenceausência.
mais como uma presença
do que como uma ausência.
16:18
MarriageCasamento soonem breve led us to childrencrianças,
O casamento em breve nos levou aos filhos
16:20
and that meantsignificava newNovo meaningssignificados
e isso significou novos sentidos
16:22
and newNovo identitiesidentidades, oursnosso and theirsdeles.
e novas identidades, as nossas e as deles.
16:26
I want my childrencrianças to be happyfeliz,
Quero que os meus filhos sejam felizes
16:29
and I love them mosta maioria achinglydolorosamente when they are sadtriste.
e amo-os mais dolorosamente
quando eles estão tristes.
16:33
As a gaygay fatherpai, I can teachEnsinar them
Como pai "gay",
posso ensinar-lhes a possuir
16:36
to ownpróprio what is wrongerrado in theirdeles livesvidas,
o que há de errado nas suas vidas.
16:38
but I believe that if I succeedter sucesso
Mas creio que,
se conseguir protegê-los da adversidade,
16:40
in shelteringabrigando them from adversityadversidade,
16:42
I will have failedfalhou as a parentpai.
terei falhado como pai.
16:45
A BuddhistBudista scholarScholar I know onceuma vez explainedexplicado to me
Um erudito budista que conheço explicou-me
16:48
that WesternersOcidentais mistakenlypor engano think
que os ocidentais pensam erradamente
16:50
that nirvananirvana is what arriveschega
que o nirvana é o que acontece
16:53
when all your woeai is behindatrás you
quando todo o sofrimento nos abandona
16:55
and you have only blissfelicidade to look forwardprogressivo to.
e temos apenas que esperar pela bênção.
16:59
But he said that would not be nirvananirvana,
Disse que isso não era o nirvana
17:01
because your blissfelicidade in the presentpresente
porque a nossa bênção no presente
17:02
would always be shadowedsombreado by the joyalegria from the pastpassado.
será sempre ensombrada
pela alegria do passado.
"O nirvana", disse,
"é aquilo a que chegamos
17:06
NirvanaNirvana, he said, is what you arrivechegar at
"quando temos apenas
que esperar pela bênção
17:09
when you have only blissfelicidade to look forwardprogressivo to
17:11
and find in what lookedolhou like sorrowstristezas
"e procurar no que parecem ser as tristezas
17:14
the seedlingsmudas of your joyalegria.
"as sementeiras da nossa alegria".
17:17
And I sometimesas vezes wondermaravilha
Por vezes, interrogo-me
17:19
whetherse I could have foundencontrado suchtal fulfillmentcumprimento
se teria encontrado essa plenitude
17:21
in marriagecasamento and childrencrianças
no casamento e nos filhos,
17:22
if they'deles come more readilyprontamente,
se eles tivessem chegado mais prontamente,
17:24
if I'd been straightdireto in my youthjuventude or were youngjovem now,
se eu tivesse sido hetero na minha
juventude ou se fosse jovem agora.
17:28
in eitherou of whichqual casescasos this mightpoderia be easierMais fácil.
Em qualquer dos casos,
isso teria sido mais fácil.
17:32
PerhapsTalvez I could.
Talvez pudesse.
17:33
PerhapsTalvez all the complexcomplexo imaginingimaginando I've donefeito
Talvez todo o meu imaginário
pudesse ter sido aplicado noutros tópicos
17:36
could have been appliedaplicado to other topicstópicos.
17:38
But if seekingbuscando meaningsignificado
Mas, se procurar um sentido
17:40
mattersimporta more than findingencontrando meaningsignificado,
é mais importante
do que encontrar um sentido,
17:41
the questionquestão is not whetherse I'd be happiermais feliz
o problema não é
se eu teria sido mais feliz
17:45
for havingtendo been bulliedbullying,
por ter sido humilhado,
17:46
but whetherse assigningatribuindo meaningsignificado
mas se eu ter atribuído um sentido
17:48
to those experiencesexperiências
a essas experiências
17:50
has madefeito me a better fatherpai.
me tornou um pai melhor.
17:52
I tendtende to find the ecstasyêxtase hiddenescondido in ordinarycomum joysalegrias,
Tenho tendência para encontrar
o êxtase escondido em tarefas vulgares
17:56
because I did not expectEspero those joysalegrias
porque não estou à espera
que essas alegrias
sejam vulgares para mim.
17:58
to be ordinarycomum to me.
18:01
I know manymuitos heterosexualsheterossexuais who have
Conheço muitos heterossexuais
18:02
equallyigualmente happyfeliz marriagescasamentos and familiesfamílias,
que também têm casamentos
e famílias felizes,
18:05
but gaygay marriagecasamento is so breathtakinglytirar o fôlego freshfresco,
mas o casamento "gay"
é uma coisa nova tão incrível
18:08
and gaygay familiesfamílias so exhilaratinglyhilariante newNovo,
e as famílias "gays" são uma
coisa nova tão estimulante
18:11
and I foundencontrado meaningsignificado in that surprisesurpresa.
que encontrei sentido nessa surpresa.
18:15
In OctoberOutubro, it was my 50thº birthdayaniversário,
Em outubro, fiz 50 anos
18:19
and my familyfamília organizedorganizado a partyfesta for me,
e a minha família organizou-me uma festa.
18:22
and in the middlemeio of it,
No meio dela,
18:23
my sonfilho said to my husbandmarido
o meu filho disse ao meu marido
18:25
that he wanted to make a speechdiscurso,
que queria fazer um discurso
18:26
and JohnJohn said,
e John disse:
18:27
"GeorgeGeorge, you can't make a speechdiscurso. You're fourquatro."
"George, não podes fazer
um discurso. Tens quatro anos".
18:32
(LaughterRiso)
(Risos)
18:34
"Only GrandpaVovô and UncleTio DavidDavid and I
"Esta noite, só o avô, o tio David e eu
18:36
are going to make speechesdiscursos tonightesta noite."
"é que vamos fazer discursos".
18:38
But GeorgeGeorge insistedinsistiu and insistedinsistiu,
Mas George insistiu e insistiu
18:41
and finallyfinalmente, JohnJohn tooktomou him up to the microphonemicrofone,
e, por fim, John levou-o
para junto do microfone.
18:44
and GeorgeGeorge said very loudlyem voz alta,
George disse muito alto:
18:47
"LadiesSenhoras and gentlemencavalheiros,
"Senhoras e senhores,
18:49
maypode I have your attentionatenção please."
"podem prestar atenção, por favor?"
18:52
And everyonetodos turnedvirou around, startledassustou.
Toda a gente se virou, espantada.
18:55
And GeorgeGeorge said,
George disse:
18:57
"I'm gladfeliz it's Daddy'sDo papai birthdayaniversário.
"Estou muito feliz por ser os anos do Papá.
18:59
I'm gladfeliz we all get cakebolo.
"Estou feliz por haver bolo para todos.
19:02
And daddyPapai, if you were little,
"E, Papá, se fosses pequeno,
19:06
I'd be your friendamigos."
"eu seria teu amigo".
19:09
And I thought — Thank you.
E eu pensei ...
19:12
I thought that I was indebtedem dívida
Pensei que estava em dívida
19:15
even to BobbyBobby FinkelFinkel,
até para com Bobby Finkel,
19:16
because all those earliermais cedo experiencesexperiências
porque todas aquelas experiências antigas
19:19
were what had propelledimpulsionado me to this momentmomento,
tinham-me impulsionado
para aquele momento.
Por fim, senti-me
incondicionalmente grato
19:22
and I was finallyfinalmente unconditionallyincondicionalmente gratefulgrato
19:24
for a life I'd onceuma vez have donefeito anything to changemudança.
por uma vida que outrora
não tinha feito nada para mudar.
19:28
The gaygay activistativista HarveyHarvey MilkLeite
Uma vez, um rapaz "gay" mais novo
19:30
was onceuma vez askedperguntei by a youngermais jovem gaygay man
perguntou ao ativista "gay" Harvey Milk
19:32
what he could do to help the movementmovimento,
o que é que poderia fazer
para ajudar o movimento.
19:35
and HarveyHarvey MilkLeite said,
Harvey Milk disse-lhe:
19:36
"Go out and tell someonealguém."
"Vai para a rua e conta a alguém".
19:38
There's always somebodyalguém who wantsquer to confiscateconfiscar
Há sempre alguém
que quer confiscar a nossa humanidade
19:41
our humanityhumanidade,
19:43
and there are always storieshistórias that restorerestaurar it.
e há sempre histórias que a restauram.
19:45
If we liveviver out loudalto,
Se vivermos em voz alta
19:47
we can trouncetrucidar the hatredódio
podemos acabar com o ódio
19:49
and expandexpandir everyone'stodos livesvidas.
e expandir as vidas de toda a gente.
19:52
ForgeForge meaningsignificado. BuildConstruir identityidentidade.
Forjar um sentido.
Construir uma identidade.
19:56
ForgeForge meaningsignificado.
Forjar um sentido,
19:58
BuildConstruir identityidentidade.
construir uma identidade
20:01
And then inviteconvite the worldmundo
e depois convidar o mundo
20:02
to sharecompartilhar your joyalegria.
para partilhar a nossa alegria.
20:04
Thank you.
Obrigado.
(Aplausos)
20:07
(ApplauseAplausos)
20:09
Thank you. (ApplauseAplausos)
Obrigado.
(Aplausos)
20:12
Thank you. (ApplauseAplausos)
(Obrigado)
(Aplausos)
20:16
Thank you. (ApplauseAplausos)
Translated by Miguel Carapeto
Reviewed by Margarida Ferreira

▲Back to top

About the speaker:

Andrew Solomon - Writer
Andrew Solomon writes about politics, culture and psychology.

Why you should listen

Andrew Solomon is a writer, lecturer and Professor of Clinical Psychology at Columbia University. He is president of PEN American Center. He writes regularly for The New Yorker and the New York Times.

Solomon's newest book, Far and Away: Reporting from the Brink of Change, Seven Continents, Twenty-Five Years was published in April, 2016. His previous book, Far From the Tree: Parents, Children, and the Search for Identity won the National Book Critics Circle award for nonfiction, the Wellcome Prize and 22 other national awards. It tells the stories of parents who not only learn to deal with their exceptional children but also find profound meaning in doing so. It was a New York Times bestseller in both hardcover and paperback editions. Solomon's previous book, The Noonday Demon: An Atlas of Depression, won the 2001 National Book Award for Nonfiction, was a finalist for the 2002 Pulitzer Prize and was included in The Times of London's list of one hundred best books of the decade. It has been published in twenty-four languages. Solomon is also the author of the novel A Stone Boat and of The Irony Tower: Soviet Artists in a Time of Glasnost.

Solomon is an activist in LGBT rights, mental health, education and the arts. He is a member of the boards of directors of the National LGBTQ Force and Trans Youth Family Allies. He is a member of the Board of Visitors of Columbia University Medical Center, serves on the National Advisory Board of the Depression Center at the University of Michigan, is a director of Columbia Psychiatry and is a member of the Advisory Board of the Depression and Bipolar Support Alliance. Solomon also serves on the boards of the Metropolitan Museum of Art, Yaddo and The Alex Fund, which supports the education of Romani children. He is also a fellow of Berkeley College at Yale University and a member of the New York Institute for the Humanities and the Council on Foreign Relations.

Solomon lives with his husband and son in New York and London and is a dual national. He also has a daughter with a college friend; mother and daughter live in Texas but visit often.


More profile about the speaker
Andrew Solomon | Speaker | TED.com