English-Video.net comment policy

The comment field is common to all languages

Let's write in your language and use "Google Translate" together

Please refer to informative community guidelines on TED.com

TED2013

John McWhorter: Txtng is killing language. JK!!!

John McWhorter: A msg de texto está matando a língua. JK!!!(just kidding!!! = estou brincando!!!)

Filmed
Views 2,213,142

A mensagem de texto significa a morte da boa redação? John McWhorter postula que há muito mais coisas na mensagem de texto -- linguisticamente, culturalmente -- do que parece, e são todas boas.

- Linguist
Linguist John McWhorter thinks about language in relation to race, politics and our shared cultural history. Full bio

We always hear that texting is a scourge.
Sempre ouvimos dizer que mensagens de texto são um flagelo.
00:12
The idea is that texting spells the decline and fall
A ideia é que mensagens de texto significam o declínio e a queda
00:15
of any kind of serious literacy, or at least writing ability,
de qualquer tipo de alfabetização séria, ou pelo menos a capacidade de escrita,
00:20
among young people in the United States
entre os jovens nos Estados Unidos
00:23
and now the whole world today.
e agora no mundo todo.
00:26
The fact of the matter is that it just isn't true,
O fato é que isso não é verdade,
00:28
and it's easy to think that it is true,
e é fácil achar que isso é verdade.
00:32
but in order to see it in another way,
Mas para enxergarmos isto de outra maneira,
00:34
in order to see that actually texting is a miraculous thing,
para vermos que na realidade a mensagem de texto é uma coisa milagrosa,
00:36
not just energetic, but a miraculous thing,
não apenas energética, mas milagrosa,
00:40
a kind of emergent complexity
um tipo de complexidade emergente
00:43
that we're seeing happening right now,
que estamos vendo acontecer neste momento,
00:44
we have to pull the camera back for a bit
precisamos recuar um pouco a câmera
00:47
and look at what language really is,
e analisarmos o que a língua realmente é,
00:49
in which case, one thing that we see
e neste caso, uma coisa que vemos
00:52
is that texting is not writing at all.
é que a mensagem de texto
não é escrita, de forma alguma.
00:55
What do I mean by that?
O que quero dizer com isto?
00:59
Basically, if we think about language,
Basicamente, se pensarmos sobre a língua,
01:01
language has existed for perhaps 150,000 years,
ela existe há talvez 150.000 anos,
01:04
at least 80,000 years,
pelo menos há 80.000 anos,
01:07
and what it arose as is speech. People talked.
e surgiu inicialmente através da fala. As pessoas falavam.
01:09
That's what we're probably genetically specified for.
Provavelmente é isso que somos geneticamente equipados para fazer.
01:14
That's how we use language most.
É assim que mais utilizamos a língua.
01:17
Writing is something that came along much later,
A escrita é algo que veio muito mais tarde,
01:19
and as we saw in the last talk,
e como vimos na última palestra,
01:22
there's a little bit of controversy as to exactly when that happened,
há um pouco de controvérsia sobre quando exatamente isso aconteceu,
01:24
but according to traditional estimates,
mas de acordo com as estimativas tradicionais,
01:27
if humanity had existed for 24 hours,
se a humanidade existisse por 24 horas,
01:29
then writing only came along at about 11:07 p.m.
a escrita só teria chegado às 23:07.
01:33
That's how much of a latterly thing writing is.
Isso mostra o quão recente a escrita é.
01:38
So first there's speech, and then writing comes along
Então primeiro surge a fala, e a escrita vem em seguida
01:42
as a kind of artifice.
como um tipo de artifício.
01:45
Now don't get me wrong, writing has certain advantages.
Agora, não me entendam mal, a escrita tem certas vantagens.
01:47
When you write, because it's a conscious process,
Quando você escreve, porque é um processo consciente,
01:51
because you can look backwards,
porque você pode olhar para trás,
01:53
you can do things with language that are much less likely
você pode fazer coisas com a língua que são muito menos prováveis
01:56
if you're just talking.
do que se estivesse apenas falando.
01:58
For example, imagine a passage from Edward Gibbon's
Por exemplo, imaginem uma passagem de
02:01
"The Decline and Fall of the Roman Empire:"
"O Declínio e Queda do Império Romano", de Edward Gibbon.
02:05
"The whole engagement lasted above twelve hours,
"Todo o compromisso durou mais de doze horas,
02:09
till the graduate retreat of the Persians was changed
até que a gradual retirada dos Persas modificou-se
02:12
into a disorderly flight, of which the shameful example
em uma fuga desordenada,
cujo vergonhoso exemplo
02:14
was given by the principal leaders and the Surenas himself."
foi dado pelos principais líderes
e pelo próprio Surena."
02:17
That's beautiful, but let's face it, nobody talks that way.
É lindo, mas vamos encarar os fatos, ninguém fala dessa maneira.
02:20
Or at least, they shouldn't if they're interested
Ou, pelo menos, não deveriam se estiverem interessados
02:24
in reproducing. That --
em reprodução. Essa --
02:28
(Laughter)
(Risos)
02:31
is not the way any human being speaks casually.
não é a maneira de nenhum ser humano falar casualmente.
02:33
Casual speech is something quite different.
A fala casual é bem diferente.
02:36
Linguists have actually shown
Os linguistas já demonstraram
02:39
that when we're speaking casually in an unmonitored way,
que quando falamos casualmente, de maneira natural,
02:41
we tend to speak in word packets of maybe
temos a tendência de falar em blocos de talvez
02:43
seven to 10 words.
sete a dez palavras.
02:46
You'll notice this if you ever have occasion to record
Você perceberá isso se um dia tiver a oportunidade de gravar
02:48
yourself or a group of people talking.
você mesmo ou um grupo de pessoas conversando.
02:51
That's what speech is like.
A fala é assim.
02:54
Speech is much looser. It's much more telegraphic.
A fala é muito mais solta. É muito mais telegráfica.
02:55
It's much less reflective -- very different from writing.
É muito menos reflexiva -- muito diferente da escrita.
02:59
So we naturally tend to think, because we see language
Então naturalmente temos a tendência de pensar, porque vemos a língua
03:03
written so often, that that's what language is,
escrita com tanta frequência, que é assim que ela acaba sendo,
03:06
but actually what language is, is speech. They are two things.
mas na verdade a língua é a fala. São duas coisas.
03:08
Now of course, as history has gone by,
Agora é claro, com o passar da história,
03:12
it's been natural for there to be a certain amount of bleed
é natural haver um certo sangramento
03:16
between speech and writing.
entre fala e escrita.
03:18
So, for example, in a distant era now,
Então, por exemplo, em uma era distante de agora,
03:21
it was common when one gave a speech
era comum, quando alguém discursava,
03:26
to basically talk like writing.
que se falasse basicamente como se escrevia.
03:29
So I mean the kind of speech that you see someone giving
Quero dizer, o tipo de discurso que você vê algumas pessoas fazendo
03:32
in an old movie where they clear their throat, and they go,
em um filme antigo em que limpavam a garganta, e então falavam:
03:34
"Ahem, ladies and gentlemen," and then they speak
"Hã, hã... senhoras e senhores". Então falavam
03:37
in a certain way which has nothing to do with casual speech.
de um jeito que não tem nada a ver com a fala casual.
03:39
It's formal. It uses long sentences like this Gibbon one.
É formal. São usadas frases longas
como as de Gibbon.
03:43
It's basically talking like you write, and so, for example,
É basicamente falar como se escreve, e então, por exemplo,
03:46
we're thinking so much these days about Lincoln
ultimamente temos pensando tanto sobre Lincoln
03:50
because of the movie.
por causa do filme.
03:52
The Gettysburg Address was not the main meal of that event.
O discurso de Gettysburg não era o prato principal do evento.
03:55
For two hours before that, Edward Everett spoke
Durante duas horas antes dele, Edward Everett falou
03:58
on a topic that, frankly, cannot engage us today
sobre um tópico que, francamente, não nos atrai hoje
04:02
and barely did then.
e mal o fez naquela ocasião.
04:05
The point of it was to listen to him
A questão foi ouvi-lo
04:06
speaking like writing.
falando como se escrevesse.
04:09
Ordinary people stood and listened to that for two hours.
Pessoas comuns em pé
ouviram aquilo por duas horas.
04:10
It was perfectly natural.
Foi perfeitamente natural.
04:13
That's what people did then, speaking like writing.
Era o que as pessoas faziam na época. Falavam como escreviam.
04:14
Well, if you can speak like writing,
Bem, se você consegue falar como escreve,
04:17
then logically it follows that you might want to also
então, pela lógica, você pode querer também
04:19
sometimes write like you speak.
às vezes escrever como você fala.
04:23
The problem was just that in the material,
O problema era que no sentido material,
04:26
mechanical sense, that was harder back in the day
mecânico, isso era mais difícil naquela época,
04:28
for the simple reason that materials don't lend themselves to it.
pela simples razão de que materiais não se prestam a isso.
04:31
It's almost impossible to do that with your hand
É quase impossível fazer isso com a mão,
04:34
except in shorthand, and then communication is limited.
exceto em taquigrafia, então a comunicação fica limitada.
04:37
On a manual typewriter it was very difficult,
Em uma máquina de escrever manual era muito difícil,
04:40
and even when we had electric typewriters,
e mesmo quando tínhamos máquinas elétricas
04:42
or then computer keyboards, the fact is
ou então teclados de computador, o fato é
04:45
that even if you can type easily enough to keep up
que mesmo se conseguir digitar fácil o suficiente para acompanhar
04:47
with the pace of speech, more or less, you have to have
o ritmo da fala, mais ou menos, você tem que ter
04:49
somebody who can receive your message quickly.
alguém que possa receber sua mensagem rapidamente.
04:52
Once you have things in your pocket that can receive that message,
Uma vez que você tenha equipamentos no bolso que conseguem receber essa menagem,
04:54
then you have the conditions that allow
então você tem as condições que nos permitem
04:58
that we can write like we speak.
escrever como falamos.
05:00
And that's where texting comes in.
É aí que a mensagem de texto entra.
05:04
And so, texting is very loose in its structure.
E assim, a mensagem de texto
é muito solta em sua estrutura.
05:07
No one thinks about capital letters or punctuation when one texts,
Ninguém pensa em maiúsculas ou pontuação quando escreve uma mensagem de texto,
05:11
but then again, do you think about those things when you talk?
mas, de novo, vocês pensam nessas coisas quando falam?
05:15
No, and so therefore why would you when you were texting?
Não. Então por que pensaria ao escrever uma mensagem de texto?
05:17
What texting is, despite the fact that it involves
A mensagem de texto é, apesar de exigir
05:21
the brute mechanics of something that we call writing,
a técnica bruta de algo que chamamos de escrita,
05:24
is fingered speech. That's what texting is.
é a fala através dos dedos. A mensagem de texto é isso.
05:27
Now we can write the way we talk.
Agora podemos escrever da maneira que falamos.
05:30
And it's a very interesting thing, but nevertheless
Isso é muito interessante. No entanto,
05:34
easy to think that still it represents some sort of decline.
é fácil pensar que ainda assim isso
representa um espécie de declínio.
05:36
We see this general bagginess of the structure,
Vemos uma total frouxidão de estrutura,
05:41
the lack of concern with rules and the way that we're used to
a falta de preocupação com regras e com a forma com que estávamos acostumados
05:45
learning on the blackboard, and so we think
a aprender no quadro negro, e assim pensamos
05:48
that something has gone wrong.
que algo deu errado.
05:50
It's a very natural sense.
É muito natural achar isso.
05:53
But the fact of the matter is that what is going on
Mas a verdade é que o que está acontecendo
05:56
is a kind of emergent complexity.
é uma espécie de complexidade emergente.
06:00
That's what we're seeing in this fingered speech.
É isso que estamos vendo nessa fala através dos dedos.
06:04
And in order to understand it, what we want to see
E para compreender isso, o que queremos ver
06:07
is the way, in this new kind of language,
nesse novo tipo de linguagem é a maneira
06:10
there is new structure coming up.
como novas estruturas estão surgindo.
06:15
And so, for example, there is in texting a convention,
E assim, por exemplo, há uma convenção em mensagens de texto,
06:18
which is LOL.
que é "LOL".
06:24
Now LOL, we generally think of
Para "LOL", geralmente pensamos
06:27
as meaning "laughing out loud."
que significa "laughing out loud" (rindo alto),
06:29
And of course, theoretically, it does,
E é claro que, teoricamente, significa isso,
06:32
and if you look at older texts, then people used it
e ao analisar mensagens mais antigas, as pessoas usavam isso
06:34
to actually indicate laughing out loud.
de fato querendo dizer "rindo alto".
06:37
But if you text now, or if you are someone who
Mas se teclar isso hoje em dia, ou se for alguém que
06:39
is aware of the substrate of texting the way it's become,
está ciente das transformações que as mensagens de texto sofreram,
06:43
you'll notice that LOL
você notará que "LOL"
06:47
does not mean laughing out loud anymore.
não significa mais "rindo alto".
06:48
It's evolved into something that is much subtler.
Evoluiu para algo que é muito mais sutil.
06:51
This is an actual text that was done
Esta é uma mensagem de texto real, que foi feita
06:54
by a non-male person of about 20 years old
por alguém do sexo feminino, de cerca de 20 anos de idade,
06:58
not too long ago.
não muito tempo atrás.
07:02
"I love the font you're using, btw."
"Adoro a fonte que está usando, btw."
07:03
Julie: "lol thanks gmail is being slow right now"
Julie: "lol obrigada, o gmail está lento agora"
07:06
Now if you think about it, that's not funny.
Se pararmos para pensar, isso não é engraçado.
07:10
No one's laughing. (Laughter)
Ninguém está rindo. (Risos)
07:12
And yet, there it is, so you assume
Mesmo assim, está lá, então presume-se
07:15
there's been some kind of hiccup.
que é um tipo de soluço.
07:16
Then Susan says "lol, I know,"
E aí a Susan diz: "lol, eu sei",
07:18
again more guffawing than we're used to
de novo mais gargalhadas que o normal,
07:20
when you're talking about these inconveniences.
quando se fala sobre esse tipo de inconveniência.
07:22
So Julie says, "I just sent you an email."
Então a Julie diz: "Acabei de te mandar um e-mail".
07:25
Susan: "lol, I see it."
Susan: "lol, eu vi."
07:28
Very funny people, if that's what LOL means.
Pessoas muito engraçadas, se for esse o significado de "LOL".
07:30
This Julie says, "So what's up?"
Essa Julie diz: "E aí?"
07:33
Susan: "lol, I have to write a 10 page paper."
Susan: "lol, tenho que escrever
um trabalho de 10 páginas".
07:35
She's not amused. Let's think about it.
Ela não está achando graça. Vamos pensar.
07:38
LOL is being used in a very particular way.
"LOL" está sendo usado de maneira muito específica.
07:40
It's a marker of empathy. It's a marker of accommodation.
É um sinal de empatia. É um sinal de ajustamento.
07:43
We linguists call things like that pragmatic particles.
Nós, linguistas, chamamos isso de partículas pragmáticas.
07:47
Any spoken language that's used by real people has them.
Qualquer língua falada, que seja utilizada por pessoas reais, tem isso.
07:50
If you happen to speak Japanese, think about
Se você fala Japonês, pense sobre a
07:54
that little word "ne" that you use at the end of a lot of sentences.
pequena palavra "ne" que você usa no fim de diversas frases.
07:55
If you listen to the way black youth today speak,
Se você reparar no jeito que jovens negros falam hoje,
07:59
think about the use of the word "yo."
pensem sobre o uso da palavra "yo".
08:01
Whole dissertations could be written about it,
Dissertações inteiras poderiam ser escritas sobre isso,
08:03
and probably are being written about it.
e provavelmente estão sendo escritas sobre isto.
08:05
A pragmatic particle, that's what LOL has gradually become.
Um partícula pragmática, foi nisso que "LOL" se tornou gradativamente.
08:07
It's a way of using the language between actual people.
É uma forma de usar a língua entre pessoas de verdade.
08:11
Another example is "slash."
Outro exemplo é "barra".
08:15
Now, we can use slash in the way that we're used to,
Hoje podemos utilizar a barra da forma que estamos acostumados,
08:18
along the lines of, "We're going to have
algo parecido com: "Vamos dar
08:21
a party-slash-networking session."
uma festa-barra-reunião de redes de contato."
08:23
That's kind of like what we're at.
Esse tipo de coisa que estamos usando.
08:26
Slash is used in a very different way
A barra é usada de maneira muito diferente
08:28
in texting among young people today.
nas mensagens de texto entre os jovens de hoje.
08:32
It's used to change the scene.
É usada para mudar a cena.
08:35
So for example, this Sally person says,
Por exemplo, uma pessoa chamada Sally diz:
08:37
"So I need to find people to chill with"
"Preciso encontrar pessoas para sair",
08:40
and Jake says, "Haha" --
e Jake diz: "Haha" --
08:41
you could write a dissertation about "Haha" too, but we don't have time for that —
Você poderia escrever uma dissertação sobre "Haha" também, mas não temos para isso agora --
08:43
"Haha so you're going by yourself? Why?"
"Haha, então você vai sozinha? Por quê?"
08:46
Sally: "For this summer program at NYU."
Sally:"Para o programa de verão da Universidade de Nova Iorque".
08:48
Jake: "Haha. Slash I'm watching this video with suns players
Jake: "Haha. Barra estou assistindo um vídeo com jogadores do Suns
08:51
trying to shoot with one eye."
tentando atirar com um olho só."
08:54
The slash is interesting.
A barra é interessante.
08:56
I don't really even know what Jake is talking about after that,
Eu sequer sei sobre o que Jake
está falando afinal de contas,
08:57
but you notice that he's changing the topic.
mas você nota que ele está mudando de assunto.
09:00
Now that seems kind of mundane,
Agora parece meio banal,
09:05
but think about how in real life,
mas pensem como, na vida real,
09:07
if we're having a conversation and we want to change the topic,
se estivermos tendo uma conversa
e quisermos mudar o assunto,
09:08
there are ways of doing it gracefully.
há formas de fazer isso graciosamente.
09:11
You don't just zip right into it.
Não se muda de assunto assim tão de repente.
09:12
You'll pat your thighs and look wistfully off into the distance,
Você dá umas palmadinhas nas coxas e olha melancolicamente ao longe,
09:14
or you'll say something like, "Hmm, makes you think --"
ou diz algo como: "humm, te faz pensar --"
09:18
when it really didn't, but what you're really --
quando na verdade não fez, mas o que você realmente --
09:22
(Laughter) —
(Risos) --
09:25
what you're really trying to do is change the topic.
O que você está realmente tentando fazer é mudar de assunto.
09:27
You can't do that while you're texting,
Você não pode fazer isso enquanto está teclando,
09:30
and so ways are developing of doing it within this medium.
então maneiras de fazer isso estão se desenvolvendo neste meio de comunicação.
09:31
All spoken languages have what a linguist calls
Todas as línguas faladas possuem
o que os linguistas chamam de
09:35
a new information marker -- or two, or three.
um novo sinal de informação -- ou dois, ou três.
09:37
Texting has developed one from this slash.
A mensagem de texto desenvolveu um a partir da "barra".
09:41
So we have a whole battery of new constructions
Então temos um monte de novas construções
09:45
that are developing, and yet it's easy to think,
que estão se desenvolvendo e, no entanto, é fácil pensar:
09:48
well, something is still wrong.
"Bem, alguma coisa ainda está errada.
09:51
There's a lack of structure of some sort.
Há uma certa falta de estrutura.
09:53
It's not as sophisticated
Não é tão sofisticado
09:57
as the language of The Wall Street Journal.
como a linguagem do 'Wall Street Journal'".
09:59
Well, the fact of the matter is,
Bem, a verdade é que,
10:01
look at this person in 1956,
vejam esta pessoa em 1956,
10:03
and this is when texting doesn't exist,
e nessa época a mensagem de texto não existia:
10:05
"I Love Lucy" is still on the air.
"I Love Lucy" ainda estava no ar.
10:08
"Many do not know the alphabet or multiplication table,
"Muitos não conhecem o alfabeto ou a tabuada de multiplicação,
10:09
cannot write grammatically -- "
não podem escrever corretamente --"
10:13
We've heard that sort of thing before,
Já ouvimos esse tipo de coisa antes,
10:14
not just in 1956. 1917, Connecticut schoolteacher.
não apenas em 1956. Ano de 1917, professor de Connecticut.
10:17
1917. This is the time when we all assume
1917. Todos acreditamos que foi essa a época
10:21
that everything somehow in terms of writing was perfect
em que tudo era perfeito de alguma forma, em termos de escrita,
10:23
because the people on "Downton Abbey" are articulate,
porque as pessoas no "Downtown Abbey" são articuladas,
10:27
or something like that.
ou algo assim.
10:29
So, "From every college in the country goes up the cry,
Então: "Todas as faculdades no País elevam o grito:
10:30
'Our freshmen can't spell, can't punctuate.'"
'Nossos calouros não sabem escrever corretamente, não sabem pontuar'".
10:33
And so on. You can go even further back than this.
E assim por diante. Você pode ir mais longe ainda que isso.
10:36
It's the President of Harvard. It's 1871.
É o Presidente de Harvard. É 1871.
10:38
There's no electricity. People have three names.
Não há eletricidade. As pessoas têm três nomes.
10:41
"Bad spelling,
"Ortografia ruim,
10:44
incorrectness as well as inelegance of expression in writing."
tanto incorreções quanto deselegância de expressão através da escrita."
10:46
And he's talking about people who are otherwise
E ele está falando de pessoas que são
10:50
well prepared for college studies.
bem preparadas para cursarem faculdade.
10:52
You can go even further back.
Vocês podem ir ainda mais longe.
10:54
1841, some long-lost superintendent of schools is upset
Em 1841, um superintendente escolar, de quem não ouve falar há tempo, está aborrecido
10:56
because of what he has for a long time "noted with regret
por causa de algo que ele tem por muito tempo "observado com pesar
10:59
the almost entire neglect of the original" blah blah blah blah blah.
a quase total negligência do original", blá, blá, blá, blá.
11:03
Or you can go all the way back to 63 A.D. -- (Laughter) --
Ou vocês podem voltar no tempo até 63 d.C.
(Risos) --
11:06
and there's this poor man who doesn't like the way
e existe um pobre homem que não gosta da forma
11:11
people are speaking Latin.
que as pessoas estão falando Latim.
11:14
As it happens, he was writing about what had become French.
Na verdade, ele estava escrevendo sobre aquilo que se transformou em francês.
11:15
And so, there are always — (Laughter) (Applause) —
E assim, há sempre -- (Risos) (Aplausos) --
11:18
there are always people worrying about these things
há sempre pessoas preocupadas com essas coisas
11:25
and the planet somehow seems to keep spinning.
e o planeta de alguma forma parece continuar girando.
11:27
And so, the way I'm thinking of texting these days is
E assim, o que penso sobre as mensagens de texto atualmente é
11:30
that what we're seeing is a whole new way of writing
que o que estamos vendo é uma forma totalmente nova de escrita
11:35
that young people are developing,
que os jovens estão desenvolvendo,
11:38
which they're using alongside their ordinary writing skills,
que eles utilizam de forma paralela com suas habilidades normais de escrita,
11:40
and that means that they're able to do two things.
e isso significa que eles conseguem
fazer as duas coisas.
11:44
Increasing evidence is that being bilingual
É cada vez mais evidente que ser bilíngue
11:47
is cognitively beneficial.
é cognitivamente útil.
11:50
That's also true of being bidialectal.
Falar dois dialetos também.
11:52
That's certainly true of being bidialectal in terms of your writing.
Isso certamente é verdade em termos de escrever em dois dialetos.
11:54
And so texting actually is evidence of a balancing act
Então a mensagem de texto é na verdade uma prova de equilíbrio
11:57
that young people are using today, not consciously, of course,
que os jovens estão utilizando hoje, não conscientemente, é claro,
12:02
but it's an expansion of their linguistic repertoire.
mas é uma expansão de seu repertório linguístico.
12:05
It's very simple.
É muito simples.
12:09
If somebody from 1973 looked at
Se alguém de 1973 visse o que estava
12:10
what was on a dormitory message board in 1993,
em um quadro de mensagens de um alojamento estudantil de 1993,
12:14
the slang would have changed a little bit
as gírias seriam um pouco diferentes
12:18
since the era of "Love Story,"
desde a era do "Love Story",
12:20
but they would understand what was on that message board.
mas eles compreenderiam o que estava escrito no quadro.
12:22
Take that person from 1993 -- not that long ago,
Pegue uma pessoa de 1993 -- não muito tempo atrás,
12:25
this is "Bill and Ted's Excellent Adventure" -- those people.
é a época de "As Excelentes Aventuras de Bill e Ted" -- são essas pessoas.
12:28
Take those people and they read
Pegue essas pessoas e as ponha para ler
12:31
a very typical text written by a 20-year-old today.
um texto bem típico, escrito por um jovem de 20 anos de hoje.
12:33
Often they would have no idea what half of it meant
Provavelmente eles não fariam ideia do significado de metade do texto,
12:36
because a whole new language has developed
porque uma linguagem totalmente nova se desenvolveu
12:39
among our young people doing something as mundane
entre os jovens, enquanto faziam algo tão banal
12:43
as what it looks like to us when they're batting around
quanto o que nos parece quando eles estão conversando com alguém
12:45
on their little devices.
em seus pequenos aparelhos.
12:48
So in closing, if I could go into the future,
Então para encerrar, se eu pudesse ir para o futuro,
12:49
if I could go into 2033,
se eu pudesse ir para o ano 2033,
12:53
the first thing I would ask is whether David Simon
a primeira coisa que eu perguntaria é se David Simon
12:57
had done a sequel to "The Wire." I would want to know.
fez uma sequência de "The Wire".
Eu ia querer saber.
13:00
And — I really would ask that —
E -- eu realmente perguntaria isso --
13:04
and then I'd want to know actually what was going on on "Downton Abbey."
e então eu ia querer saber realmente o que estava acontecendo em "Downtown Abbey."
13:07
That'd be the second thing.
Essa seria a segunda coisa.
13:10
And then the third thing would be,
E a terceira coisa seria:
13:12
please show me a sheaf of texts
"Por favor, me mostrem um maço de textos
13:14
written by 16-year-old girls,
escritos por garotas de 16 anos,
13:18
because I would want to know where this language
porque eu quero saber como esta língua
13:19
had developed since our times,
se desenvolveu desde os nossos tempos".
13:22
and ideally I would then send them back to you and me now
Eu os enviaria para vocês e para mim agora,
13:24
so we could examine this linguistic miracle
para que pudéssemos examinar este milagre linguístico
13:28
happening right under our noses.
acontecendo bem debaixo dos nossos narizes.
13:30
Thank you very much.
Muito obrigado.
13:32
(Applause)
(Aplausos)
13:34
Thank you. (Applause)
Obrigado. (Aplausos)
13:39
Translated by Andrea Rojas
Reviewed by Leonardo Silva

▲Back to top

About the speaker:

John McWhorter - Linguist
Linguist John McWhorter thinks about language in relation to race, politics and our shared cultural history.

Why you should listen

John McWhorter is Associate Professor of English and Comparative Literature at Columbia University, teaching linguistics, Western Civilization and music history. He is a regular columnist on language matters and race issues for Time and CNN, writes for the Wall Street Journal "Taste" page, and writes a regular column on language for The Atlantic. His work also appears in the Washington Post, the Chronicle of Higher Education, Aeon magazine, The American Interest and other outlets. He was Contributing Editor at The New Republic from 2001 until 2014.

McWhorter earned his PhD in linguistics from Stanford University in 1993 and is the author of The Power of BabelDoing Our Own ThingOur Magnificent Bastard TongueThe Language Hoax and most recently Words on the Move and Talking Back, Talking Black. The Teaching Company has released four of his audiovisual lecture courses on linguistics. He guest hosted the Lexicon Valley podcast at Slate during the summer of 2016.

Beyond his work in linguistics, McWhorter is the author of Losing the Race and other books on race. He has appeared regularly on Bloggingheads.TV since 2006, and he produces and plays piano for a group cabaret show, New Faces, at the Cornelia Street Cafe in New York City.

More profile about the speaker
John McWhorter | Speaker | TED.com