English-Video.net comment policy

The comment field is common to all languages

Let's write in your language and use "Google Translate" together

Please refer to informative community guidelines on TED.com

TEDxBoulder

Ash Beckham: We're all hiding something. Let's find the courage to open up

Ash Beckham: Todos nós escondemos algo. Vamos encontrar a coragem para nos abrirmos.

Filmed
Views 2,677,576

Nesta conversa comovente, Ash Beckham oferece uma nova abordagem para a empatia e a franqueza. Começa por explicar que todos, em qualquer altura da sua vida, passaram por uma dificuldade. A única solução, diz Beckham, é abrir a porta e sair do armário.

- Equality advocate
Ash Beckham approaches hard conversations from a place of compassion and empathy. Full bio

00:12
I'm going to talk to you tonightesta noite
Hoje vou-vos falar sobre sair do armário.
00:14
about comingchegando out of the closetarmário,
00:16
and not in the traditionaltradicional sensesentido,
Não no sentido tradicional,
00:17
not just the gaygay closetarmário.
não apenas o armário "gay".
00:19
I think we all have closetsarmários.
Eu acho que todos temos armários.
00:21
Your closetarmário maypode be tellingdizendo someonealguém
O vosso armário pode ser dizer a alguém
00:23
you love her for the first time,
que a amamos pela primeira vez,
00:25
or tellingdizendo someonealguém that you're pregnantgrávida,
ou dizer a alguém que estamos grávidas,
00:27
or tellingdizendo someonealguém you have cancerCâncer,
ou dizermos que temos cancro,
00:30
or any of the other hardDifícil conversationsconversas
ou qualquer outra conversa difícil
00:32
we have throughoutao longo our livesvidas.
que temos durante as nossas vidas.
00:34
All a closetarmário is is a hardDifícil conversationconversação,
Um armário não é mais do
que uma conversa difícil.
00:38
and althoughApesar our topicstópicos maypode varyvariar tremendouslyTremendo,
Apesar de os assuntos variarem
tremendamente,
00:41
the experienceexperiência of beingser in
a experiência de estar num armário
00:43
and comingchegando out of the closetarmário is universaluniversal.
e sair dele é universal.
00:46
It is scaryassustador, and we hateódio it, and it needsprecisa to be donefeito.
É assustador, odiamos,
mas precisa de ser feito.
00:52
SeveralVários yearsanos agoatrás,
Há vários anos,
00:53
I was workingtrabalhando at the SouthSul SideLado WalnutNoz CafeCafé,
eu trabalhava no café South Side Walnut,
00:57
a locallocal dinero jantar in townCidade,
um restaurante local.
00:59
and duringdurante my time there I would go throughatravés phasesfases
Durante o tempo que estive lá, vivi fases
01:01
of militantmilitante lesbianlésbica intensityintensidade:
de uma intensa militância lésbica:
(Risos)
01:05
not shavingfazer a barba my armpitsaxilas,
não depilava as axilas,
01:07
quotingcitando AniAni DiFrancoDiFranco lyricsLetra da música as gospelEvangelho.
citava as letras de Ani DiFranco
como se fossem o evangelho.
01:10
And dependingdependendo on the bagginessbagginess of my cargocarga shortscalção
E, dependendo da largura
dos meus calções
01:13
and how recentlyrecentemente I had shavedraspada my headcabeça,
e de há quanto tempo eu tinha
rapado a cabeça,
01:15
the questionquestão would oftenfrequentemente be sprungsurgiu a on me,
a pergunta que muitas vezes
me atiravam era
01:17
usuallygeralmente by a little kidcriança:
— normalmente por um miúdo — :
01:19
"Um..., are you a boyGaroto or are you a girlmenina?"
"És um menino ou uma menina?"
01:24
And there would be an awkwardestranho silencesilêncio at the tablemesa.
Depois havia um silêncio
constrangedor na mesa.
01:27
I'd clenchcerre my jawmandíbula a little tightermais apertado,
Eu cerrava os maxilares mais um pouco,
01:29
holdaguarde my coffeecafé potmaconha with a little more vengeancevingança.
agarrava no jarro do café
com um pouco mais de raiva.
01:32
The dadPapai would awkwardlydesajeitadamente shuffleshuffle his newspaperjornal
O pai abanava embaraçado o jornal
01:35
and the mommamãe would shootatirar a chillingdescontraído stareolhar fixamente at her kidcriança.
e a mãe atirava ao miúdo
um olhar arrepiante.
01:37
But I would say nothing,
Eu não dizia nada,
01:39
and I would seethevero insidedentro.
mas fervia por dentro.
01:41
And it got to the pointponto where everycada time I walkedcaminhou up
Chegou ao ponto que, cada vez
que me aproximava de uma mesa
01:43
to a tablemesa that had a kidcriança anywherequalquer lugar betweenentre
threetrês and 10 yearsanos oldvelho, I was readypronto to fightluta.
com um miúdo entre os 3 e os 10 anos,
eu estava pronta para dar luta.
01:47
(LaughterRiso)
(Risos)
01:49
And that is a terribleterrivel feelingsentindo-me.
E isso é um sentimento terrível.
01:51
So I promisedPrometi myselfEu mesmo, the nextPróximo
time, I would say something.
Por isso prometi a mim mesma que,
na vez seguinte, diria algo.
01:55
I would have that hardDifícil conversationconversação.
Eu teria essa conversa difícil.
01:57
So withindentro a matterimportam of weekssemanas, it happensacontece again.
Então, numa questão de
semanas, aconteceu de novo.
02:00
"Are you a boyGaroto or are you a girlmenina?"
"És um menino ou uma menina?"
02:02
FamiliarFamiliar silencesilêncio, but this time I'm readypronto,
Silêncio habitual, mas agora estou pronta.
02:05
and I am about to go all Women'sFeminino StudiesEstudos 101
Lá vou eu, como se tivesse
saído de uma aula sobre mulheres,
02:09
on this tablemesa. (LaughterRiso)
até àquela mesa.
(Risos)
02:12
I've got my BettyBetty FriedanFriedan quotescitações.
Tenho as citações da Betty Friedan.
02:14
I've got my GloriaGloria SteinemSteinem quotescitações.
Tenho as citações da Gloria Steinem.
02:16
I've even got this little bitpouco from
"VaginaVagina MonologuesMonólogos" I'm going to do.
Até tenho um pouco dos
"Monólogos da Vagina" que vou dizer.
02:19
So I take a deepprofundo breathrespiração and I look down
Respirei fundo e olhei para baixo.
02:23
and staringencarando back at me is a
four-year-oldquatro anos de idade girlmenina in a pinkRosa dressvestir,
A olhar para mim está uma miúda com 4 anos,
num vestido cor-de-rosa.
02:27
not a challengedesafio to a feministfeminista duelduelo,
Não era um desafio para
um duelo feminista,
02:29
just a kidcriança with a questionquestão:
apenas uma miúda com uma dúvida:
02:32
"Are you a boyGaroto or are you a girlmenina?"
"És um menino ou uma menina?"
02:34
So I take anotheroutro deepprofundo breathrespiração,
Respirei fundo outra vez,
02:36
squatagachamento down to nextPróximo to her, and say,
agachei-me ao lado dela, e disse:
02:37
"Hey, I know it's kindtipo of confusingconfuso.
"Pois, eu sei que é confuso.
02:39
My haircabelo is shortcurto like a boy'sdo menino,
"O meu cabelo é curto
como o de um menino,
02:41
and I wearvestem boy'sdo menino clothesroupas, but I'm a girlmenina,
"e uso roupas de menino,
mas sou uma menina.
02:43
and you know how sometimesas vezes
you like to wearvestem a pinkRosa dressvestir,
"Sabes como às vezes gostas de
usar um vestido cor-de-rosa,
02:45
and sometimesas vezes you like to
wearvestem your comfyconfortável jammiespijama?
"e outras preferes o pijaminha confortável?
02:48
Well, I'm more of a comfyconfortável jammiespijama kindtipo of girlmenina."
"Bem, eu sou uma menina que gosta mais
dos pijaminhas confortáveis."
02:52
And this kidcriança looksparece me deadmorto in the eyeolho,
Esta miúda olha-me sem expressão,
02:54
withoutsem missingausência de a beatbatida, and saysdiz,
sem hesitar, e diz:
02:55
"My favoritefavorito pajamaspijamas are purpleroxa with fishpeixe.
"O meu pijama favorito é roxo com peixes.
02:57
Can I get a pancakepanqueca, please?"
"Posso pedir uma panqueca, por favor?"
02:59
(LaughterRiso)
(Risos)
03:02
And that was it. Just, "Oh, okay. You're a girlmenina.
E foi isso. Apenas:
"Ah, está bem. És uma menina.
03:05
How about that pancakepanqueca?"
"Então e essa panqueca?"
03:08
It was the easiestmais fácil hardDifícil conversationconversação
Foi a conversa díficil
03:10
I have ever had.
mais fácil que alguma vez tive.
03:12
And why? Because PancakePanqueca GirlMenina and I,
E porquê? Porque a Miúda Panqueca e eu
03:15
we were bothambos realreal with eachcada other.
fomos honestas uma com a outra.
03:18
So like manymuitos of us,
Por isso, como muitos vocês,
03:20
I've livedvivia in a fewpoucos closetsarmários in my life, and yeah,
tenho vivido em alguns armários
na minha vida,
03:23
mosta maioria oftenfrequentemente, my wallsparedes happenedaconteceu to be rainbowarco-íris.
e, na maioria da vezes, as paredes
são como o arco-íris.
03:25
But insidedentro, in the darkSombrio,
Mas lá dentro, no escuro,
03:27
you can't tell what colorcor the wallsparedes are.
não podemos dizer
de que cor são as paredes.
03:29
You just know what it feelssente like to liveviver in a closetarmário.
Apenas sabemos a sensação
de viver lá dentro.
03:33
So really, my closetarmário is no differentdiferente than yoursSua
Na verdade, o meu armário
não é diferente do teu,
03:36
or yoursSua or yoursSua.
ou do teu, ou do teu.
03:39
Sure, I'll give you 100 reasonsrazões
Óbvio, eu dou-te 100 razões pelas quais
03:41
why comingchegando out of my closetarmário was
hardermais difíceis than comingchegando out of yoursSua,
sair do meu armário foi mais
difícil do que tu saíres do teu,
03:43
but here'saqui está the thing: HardDifícil is not relativerelativo.
mas digo-vos uma coisa:
o díficil não é relativo.
03:46
HardDifícil is hardDifícil.
Díficil é difícil.
03:48
Who can tell me that explainingexplicando to
someonealguém you've just declareddeclarado bankruptcyfalência
Quem é que me pode dizer que
explicar que declararam falência
é mais difícil do que dizer a
alguém que lhes foram infiéis?
03:52
is hardermais difíceis than tellingdizendo someonealguém
you just cheatedenganado on them?
03:54
Who can tell me that his comingchegando out storyhistória
Quem é que me pode dizer que a
história de ele sair do armário
03:57
is hardermais difíceis than tellingdizendo your five-year-oldcinco anos de idade
you're gettingobtendo a divorcedivórcio?
é mais difícil do que dizer a um
filho de 5 anos que se vão divorciar?
03:59
There is no hardermais difíceis, there is just hardDifícil.
Não existe mais ou menos difícil,
existe apenas difícil.
04:03
We need to stop rankingranking de our hardDifícil
againstcontra everyonetodos else'soutros hardDifícil
Temos de parar de comparar o nosso
difícil ao dos outros
04:06
to make us feel better or worsepior about our closetsarmários
para nos sentirmos melhor ou pior
com os nossos armários
04:09
and just commiseratelamentar on the
factfacto that we all have hardDifícil.
e apenas lamentar
que todos passamos pelo difícil.
04:13
At some pointponto in our livesvidas, we all liveviver in closetsarmários,
Em alguma fase da nossa vida,
todos vivemos em armários
04:16
and they maypode feel safeseguro,
que parecem seguros,
04:18
or at leastpelo menos safermais segura than what liesmentiras
on the other sidelado of that doorporta.
ou, pelo menos, mais seguros que
o que nos espera do outro lado da porta.
04:21
But I am here to tell you,
Mas deixem-me dizer-vos,
04:23
no matterimportam what your wallsparedes are madefeito of,
não importa de que são feitas
as vossas paredes,
04:25
a closetarmário is no placeLugar, colocar for a personpessoa to liveviver.
um armário não é sítio
para uma pessoa viver.
(Aplausos)
04:29
ThanksObrigado. (ApplauseAplausos)
Obrigada.
04:32
So imagineImagine yourselfvocê mesmo 20 yearsanos agoatrás.
Imaginem-se há 20 anos.
04:36
Me, I had a ponytailrabo de cavalo, a straplesssem alças dressvestir,
Eu? Tinha um rabo-de-cavalo
e um vestido sem alças
04:41
and high-heeledsalto alto shoessapatos.
e sapatos de salto alto.
04:43
I was not the militantmilitante lesbianlésbica
Não era a militante lésbica
04:44
readypronto to fightluta any four-year-oldquatro anos de idade
that walkedcaminhou into the cafecafé.
pronta para lutar contra qualquer
miúdo de 4 anos que entrasse no café.
04:48
I was frozencongeladas by fearmedo, curledenrolado up in the cornercanto
Eu vivia gelada pelo medo,
encostada a um canto
04:52
of my pitch-blackescuro closetarmário
do meu armário negro,
04:54
clutchingagarrando my gaygay grenadeGranada,
agarrada à minha granada "gay"
04:57
and movingmovendo-se one musclemúsculo is the scariestmais assustadora thing
e mover um músculo apenas era
a coisa mais assustadora
05:00
I have ever donefeito.
que alguma vez fiz.
05:03
My familyfamília, my friendsamigos, completecompleto strangersestranhos --
A minha família, os meus amigos,
estranhos totais...
05:05
I had spentgasto my entireinteira life
tinha gasto a vida toda
05:06
tryingtentando to not disappointdesapontar these people,
a tentar não desiludir esta gente
05:08
and now I was turninggiro the worldmundo upsideparte de cima down
e agora ia virar o mundo ao contrário
05:11
on purposepropósito.
de propósito.
05:13
I was burningqueimando the pagesPáginas of the scriptroteiro
Estava a queimar as páginas do guião
05:15
we had all followedseguido for so long,
que todos seguimos durante imenso tempo,
05:17
but if you do not throwlançar that grenadeGranada, it will killmatar you.
mas se não lançarmos a granada,
ela mata-nos.
05:21
One of my mosta maioria memorablememorável grenadeGranada tosseslança
Um dos lançamentos mais memoráveis
05:23
was at my sister'sirmã weddingcasamento.
foi no casamento da minha irmã.
05:25
(LaughterRiso)
(Risos)
05:27
It was the first time that manymuitos in attendanceatendimento
Foi a primeira vez
que muitos dos presentes
05:30
knewsabia I was gaygay, so in doing
my maidempregada doméstica of honorhonra dutiesdeveres,
souberam que eu era "gay", por isso,
ao fazer os meus deveres de madrinha,
05:33
in my blackPreto dressvestir and heelscalcanhares,
no meu vestido preto
e nos meus saltos altos,
05:35
I walkedcaminhou around to tablestabelas
eu andava pelas mesas
05:37
and finallyfinalmente landeddesembarcou on a tablemesa of my parents'dos pais friendsamigos,
até que aterrei na mesa de
amigos dos meus pais,
05:39
folkspessoal that had knownconhecido me for yearsanos.
pessoal que me conhecia há anos.
05:42
And after a little smallpequeno talk,
one of the womenmulheres shoutedgritou: out,
E depois de alguma conversa fiada,
uma das mulheres dispara:
05:45
"I love NathanNathan LaneLane!"
"Eu adoro o Nathan Lane!"
05:48
And the battlebatalha of gaygay relatabilityrelatability had beguncomeçou.
E assim começou
a batalha de familiaridade "gay".
05:51
"AshCinza, have you ever been to the CastroCastro?"
— "Já foste ao Castro?"
(bairro "gay")
05:53
"Well, yeah, actuallyna realidade, we have
friendsamigos in SanSan FranciscoFrancisco."
— "Bem, sim, nós até temos
amigos em São Francisco."
05:55
"Well, we'venós temos never been there
but we'venós temos heardouviu it's fabulousfabuloso."
— "Bem, nós nunca lá fomos,
mas disseram-nos que é fabuloso."
05:58
"AshCinza, do you know my hairdressercabeleireiro AntonioAntonio?
— "Conheces o meu cabeleireiro Antonio?
06:00
He's really good and he has
never talkedfalou about a girlfriendamiga."
"Ele é muito bom e nunca falou
de nenhuma namorada."
06:03
"AshCinza, what's your favoritefavorito TVTV showexposição?
— "Ash, qual é a tua série de
televisão favorita?"
06:05
Our favoritefavorito TVTV showexposição? FavoriteFavorito: Will & GraceGrace.
— "A nossa série favorita? Will & Grace.
06:07
And you know who we love? JackJack.
"E sabes quem adoramos? Jack.
06:08
JackJack is our favoritefavorito."
"Jack é o nosso favorito."
06:10
And then one womanmulher, stumpedperplexo
E depois uma mulher, perplexa,
06:13
but wantingquerendo so desperatelydesesperadamente to showexposição her supportApoio, suporte,
mas que queria mostrar
desesperadamente o seu apoio,
06:15
to let me know she was on my sidelado,
para me mostrar que estava do meu lado,
06:18
she finallyfinalmente blurteddeixou escapar out,
finalmente disparou:
06:19
"Well, sometimesas vezes my husbandmarido wearsdesgasta pinkRosa shirtscamisas."
— "Bem, por vezes, o meu marido
usa camisas rosa."
06:23
(LaughterRiso)
(Risos)
06:25
And I had a choiceescolha in that momentmomento,
Nesse momento tinha uma escolha,
06:27
as all grenadeGranada throwerslança-chamas do.
como todos os lançadores de granadas.
06:29
I could go back to my girlfriendamiga
and my gay-lovinggay-amar tablemesa
Podia voltar para a minha namorada,
para a minha mesa que adora "gays"
06:33
and mockzombar theirdeles responsesrespostas,
e gozar com aquelas respostas,
06:35
chastiseChastise theirdeles unworldlinessunworldliness and theirdeles inabilityincapacidade
criticar a sua falta de
conhecimento do mundo
e a sua incapacidade de ultrapassar
as dificuldades "gays"
06:37
to jumpsaltar throughatravés the politicallypoliticamente correctum lugar para outro
gaygay hoopsaros I had broughttrouxe with me,
politicamente correctas
que eu levara comigo,
06:40
or I could empathizeter empatia with them
ou podia simpatizar com eles e perceber
06:43
and realizeperceber that that was maybe one of
the hardestmais difícil things they had ever donefeito,
que aquilo talvez fosse uma das coisas
mais difíceis que eles já tinham feito,
06:47
that startinginiciando and havingtendo that conversationconversação
que começar a ter aquela conversa
seria como sair
dos seus próprios armários.
06:50
was them comingchegando out of theirdeles closetsarmários.
06:52
Sure, it would have been easyfácil
to pointponto out where they feltsentiu shortcurto.
Claro, que teria sido fácil dizer
aonde eles tinham ficado aquém.
06:56
It's a lot hardermais difíceis to meetConheça them where they are
É muito mais difícil
encontrá-los onde eles estão
06:58
and acknowledgereconhecer the factfacto that they were tryingtentando.
e reconhecer o facto de que eles tentaram.
07:00
And what elseoutro can you askpergunte someonealguém to do but try?
O que é que se pode pedir mais
a uma pessoa do que tentar?
07:05
If you're going to be realreal with someonealguém,
Se vamos ser verdadeiros com alguém,
07:07
you gottaTenho que be readypronto for realreal in returnRetorna.
temos de aceitar a verdade em troca.
07:11
So hardDifícil conversationsconversas are still not my strongForte suitterno.
Conversas difíceis
ainda não são o meu forte.
07:14
AskPerguntar anybodyqualquer pessoa I have ever dateddatado.
Perguntem a todos com quem eu namorei.
07:16
But I'm gettingobtendo better, and I followSegue what I like to call
Mas estou a melhorar, e sigo
o que eu gosto de chamar
07:19
the threetrês PancakePanqueca GirlMenina principlesprincípios.
os três princípios da Miúda Panqueca.
07:21
Now, please viewVisão this throughatravés gay-coloredgay-colorido lenseslentes,
Agora, por favor vejam isto através de
lentes coloridas "gay",
07:25
but know what it takes to come out of any closetarmário
mas percebam que o que é necessário
para sair de qualquer armário
07:28
is essentiallyessencialmente the samemesmo.
é essencialmente o mesmo.
07:30
NumberNúmero one: Be authenticautêntico.
Primeiro: Ser autêntico.
Tirar a armadura. Sermos nós próprios.
07:33
Take the armorarmaduras off. Be yourselfvocê mesmo.
07:34
That kidcriança in the cafecafé had no armorarmaduras,
Aquela criança no café não tinha armadura,
07:36
but I was readypronto for battlebatalha.
mas eu estava preparada para a batalha.
07:38
If you want someonealguém to be realreal with you,
Se queremos que alguém
seja verdadeiro connosco,
07:41
they need to know that you bleedsangramento too.
tem de saber que nós também sangramos.
07:44
NumberNúmero two: Be directdireto. Just
say it. RipRip the Band-AidBand-Aid off.
Segundo: Ser franco. Dizer simplesmente:
"Puxa o penso rápido de repente".
07:47
If you know you are gaygay, just say it.
Se sabes que és "gay",
di-lo simplesmente.
07:50
If you tell your parentsparentes you mightpoderia be gaygay,
Se dizes aos teus pais
que talvez sejas "gay",
07:51
they will holdaguarde out hopeesperança that this will changemudança.
eles ficam na esperança
de que isso mudará.
07:53
Do not give them that sensesentido of falsefalso hopeesperança.
Não lhes dês essa sensação
de falsa esperança.
07:56
(LaughterRiso)
(Risos)
07:58
And numbernúmero threetrês, and mosta maioria importantimportante --
E terceiro, e o mais importante...
(Risos)
08:03
(LaughterRiso)
08:05
Be unapologeticsem remorso.
Não peças desculpas.
08:09
You are speakingFalando your truthverdade.
Tu estás a dizer a verdade.
08:11
Never apologizepedir desculpas for that.
Nunca te desculpes por isso.
Entretanto algumas pessoas
podem-se ter magoado,
08:15
And some folkspessoal maypode have gottenobtido hurtferido alongao longo the way,
08:17
so sure, apologizepedir desculpas for what you've donefeito,
por isso, claro,
desculpa-te pelo que fizeste,
08:20
but never apologizepedir desculpas for who you are.
mas nunca te desculpes por quem és.
08:23
And yeah, some folkspessoal maypode be disappointeddesapontado,
E sim, algumas pessoas
podem ficar desapontadas,
08:26
but that is on them, not on you.
mas isso é com eles, não contigo.
08:29
Those are theirdeles expectationsexpectativas
of who you are, not yoursSua.
Essas são as expectativas deles,
de quem tu és, não as tuas.
08:31
That is theirdeles storyhistória, not yoursSua.
Essa é a história deles, não a tua.
08:36
The only storyhistória that mattersimporta
A única história que interessa
08:37
is the one that you want to writeEscreva.
é a que tu queres escrever.
08:40
So the nextPróximo time you find yourselfvocê mesmo
Por isso da próxima vez que te encontrares
08:42
in a pitch-blackescuro closetarmário clutchingagarrando your grenadeGranada,
num armário escuro agarrado à tua granada,
08:44
know we have all been there before.
lembra-te que todos nós lá estivemos.
08:48
And you maypode feel so very alonesozinho, but you are not.
E podes-te sentir muito só, mas não estás.
08:51
And we know it's hardDifícil but we need you out here,
Nós sabemos que é difícil,
mas precisamos de ti cá fora,
08:54
no matterimportam what your wallsparedes are madefeito of,
independentemente
do que são feitas as tuas paredes,
08:57
because I guaranteegarantia you there are othersoutras
porque eu garanto-te que há outros
08:59
peeringPeering throughatravés the keyholesburaco da fechadura of theirdeles closetsarmários
a espreitar pelo buraco dos seus armários
09:01
looking for the nextPróximo bravebravo soulalma to
bustbusto a doorporta openaberto, so be that personpessoa
à espera da próxima alma corajosa que
abra a porta, por isso, sê essa pessoa.
09:05
and showexposição the worldmundo that we
are biggerMaior than our closetsarmários
Mostra ao mundo que somos
maiores que o nosso armário
09:08
and that a closetarmário is no placeLugar, colocar for a personpessoa
e que um armário
não é um sítio para uma pessoa
09:12
to trulyverdadeiramente liveviver.
realmente viver.
09:13
Thank you, BoulderBoulder. EnjoyAproveite your night. (ApplauseAplausos)
Obrigada, Boulder.
Aproveitem a vossa noite.
(Aplausos)
Translated by Catarina Taborda
Reviewed by Margarida Ferreira

▲Back to top

About the speaker:

Ash Beckham - Equality advocate
Ash Beckham approaches hard conversations from a place of compassion and empathy.

Why you should listen

Ash Beckham is no stranger to hard conversations. In her work, she shares how coming out as a lesbian helped her appreciate our common humanity and better understand the hardships that we all face. This equality advocate mixes personal experience and wisdom to help everyone bravely face their demons.

More profile about the speaker
Ash Beckham | Speaker | TED.com